O monge e o executivo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 153 (38060 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 11 de agosto de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
JAMES C. HUNTER
O MONGE E O
EXECUTIVO
UMA HISTÓRIA
SOBRE A
ESSÊNCIA DA
LIDERANÇA
SUMÁRIO
Prólogo • 7
CAPÍTULO UM
As definições • 16
CAPÍTULO DOIS
O velho paradigma • 39
CAPÍTULO TRÊS
O modelo • 57
CAPÍTULO QUATRO
O verbo • 72
CAPÍTULO CINCO
O ambiente • 97
CAPÍTULO SEIS
A escolha • 111
CAPÍTULO SETE
A recompensa • 126
Epílogo • 137
PRÓLOGO
As idéias que defendo não sãominhas. Eu as tomei
emprestadas de Sócrates, roubei-as de Chesterfield, fartei-as de
Jesus. E se você não gostar das idéias deles, quais seriam as idéias
que você usaria? – DALE CARNEGIE
A ESCOLHA FOI MINHA. Ninguém mais é responsável por minha partida.
Olhando para trás, acho quase impossível acreditar que eu — um superocupado gerentegeral
de uma grande indústria – tenha deixado a fábricapara passar uma semana inteira
num mosteiro ao norte de Michigan. Sim, foi isso mesmo. Um mosteiro autêntico, cercado
por um belíssimo Jardim, com frades, cinco serviços religiosos por dia, cânticos, liturgias,
comunhão, alojamentos comunitários. Por favor, compreenda, não foi fácil. Eu resisti o
quanto pude, esperneando de todas as maneiras. Mas, afinal, escolhi ir.
"SIMEÃO" era um nome queme perseguia desde que nasci.
Quando criança, fui balizado na igreja luterana local. A certidão de batismo mostrava
que o versículo da Bíblia escolhido para a cerimônia pertencia ao segundo capítulo de
Lucas, a respeito de um homem chamado Simeão. De acordo com Lucas, Simeão foi "um
homem muito correto e devoto, possuído pelo Espírito Santo". Aparentemente ele teve
uma inspiração sobre avinda do Messias ou qualquer coisa do gênero que nunca entendi.
Este foi meu primeiro encontro com Simeão.
Ao final da oitava série fui crismado na igreja luterana. O pastor escolheu um verso da
Bíblia para cada candidato à confirmação, e quando chegou minha vez leu em voz alta o
mesmo trecho de Lucas sobre Simeão. "Coincidência bem estranha", lembro-me de ter
pensado na época.
Logo depois - edurante os vinte e cinco anos seguintes - tive um sonho recorrente que
acabou me atemorizando. No sonho, é tarde da noite e eu estou completamente perdido,
correndo num cemitério. Embora não possa ver o que está me perseguindo, sei que é o mal,
alguma coisa querendo me causar grande dano. De repente, um homem vestido com um
manto negro aparece na minha frente, vindo de trás de um grandecrucifixo de concreto.
Quando esbarro nele, o homem muito velho me agarra pêlos ombros, olha-me nos olhos e
grita: "Ache Simeão - ache Simeão e ouça-o!" Eu sempre acordava nessa hora, suando frio.
Para completar, no dia do meu casamento o pastor se referiu a essa figura bíblica durante
sua breve homilia. Fiquei tão atordoado que cheguei a confundir-me na hora de pronunciar
os votos, o que foibastante constrangedor.
Na realidade, eu nunca soube ao certo se havia algum significado para todas essas
"coincidências" envolvendo o nome de Simeão. Minha mulher, Raquel, sempre esteve
convencida de que havia.
NO FINAL DOS ANOS 1990, eu me sentia num momento de glória. Estava empregado
em uma importante indústria de vidro plano e era gerente-geral de uma fábrica com mais
de quinhentosfuncionários e mais de cem milhões de dólares em vendas anuais. Quando
fui promovido ao cargo, tornei-me o mais jovem gerente-geral da história da companhia,
fato de que ainda muito me orgulho. Tinha bastante autonomia de trabalho e um bom
salário, acrescido de bônus sempre que atingisse as metas da empresa.
Eu e Rachel, minha linda mulher com quem estou casado há dezoito anos, nos
conhecemos naUniversidade Valparaíso, no estado de Indiana, onde me formei em
Administração de Empresas, e ela, em Psicologia. Queríamos muito ter filhos e lutamos
contra a infertilidade durante vários anos, de todas as maneiras. Rachel sofria muito com a
infertilidade, e nunca abandonou a esperança de ter filhos. Muitas vezes a surpreendi
rezando, pedindo um filho.
Então, em circunstâncias raras mas...
tracking img