O modo de modo de vida mais desejaveis - a politica de aristoteles

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2149 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
              O MODO DE VIAD MAIS DESEJAVEIS
  A "Política" (Politéia) divide-se em oito livros, que tratam: da estrutura da cidade, da escravidão, da família, das riquezas.E também idealiza qual é o modo de vida mais desejável para as cidades e os indivíduos. Conclui a obra com a finalidade da educação e a importância dos assuntos a serem lecionados.
                "O homem, quandoperfeito, é o melhor dos animais, mas é também o pior de todos quando afastado da lei e da justiça, pois a injustiça é mais perniciosa quando armada, e o homem nasce dotado de armas para serem bem usadas pela inteligência e pelo talento, mas podem sê-lo em sentido inteiramente oposto. Logo, quando destituído de qualidades morais, o homem é o mais impiedoso e selvagem dos animais, e o pior em relação aosexo e à gula"
Aristóteles - "Política", 1252 b
                A política aristotélica é fundamentalmente ligada à moral, porque o fim último do estado é a virtude, que tem como objetivo a formação moral dos cidadãos. O estado é um organização moral, condição e complemento da atividade moral individual, e fundamento primeiro da suprema atividade contemplativa. A política, entretanto, édiferente da moral, por esta ter como objetivo o indivíduo, aquela a coletividade. A ética é a doutrina moral individual, a política é a doutrina moral social. A finalidade da política seria a de descobrir a maneira de viver que leva à felicidade humana.
                O bem comum seria superior aos bem individuais. Seria através do estado que o individuo conseguiria a satisfação de todas as suasnecessiadades, já que o homem, sendo naturalmente animal social, não pode ser perfeito sem a comunidade.
                Quanto à forma do estado, Aristóteles aponta três principais: a monarquia, que é o governo de um individuo, cujo caráter e valor estão na unidade, e sua degeneração é a tirania; a aristocracia, que é o governo de poucos individuos, cujo caráter e valor estão na qualidade, e suadegeneração é a oligarquia; a democracia, que é o governo de muitos individuos, cujo caráter e valor estão na liberdade, e sua degeneração é a demagogia. Aristóteles prefere uma república democrático-intelectual que é a forma clássica do governo da Grécia

O termo política é derivado do adjetivo originado de polis, que significa tudo o que se refere à cidade e, conseqüentemente, o que é urbano,civil, público, e até mesmo sociável e social. O termo Política foi usado durante séculos para designar principalmente obras dedicadas ao estudo daquela esfera de atividades humanas, que se referem de algum modo às coisas do Estado.
Na época moderna, o termo perdeu seu significado original substituído, pouco a pouco, por outras expressões como "Ciência do Estado", "Doutrina do Estado", "Ciênciapolítica", "Filosofia política" etc., passando a ser comumente usado para indicar atividades ou conjunto de atividades que, de alguma maneira, têm como termo de referência a polis, ou seja, o Estado.
A política aristotélica é essencialmente unida à moral, porque para ele, o fim último do Estado é a virtude, isto é, a formação moral dos cidadãos e o conjunto dos meios necessários para isso.Neste trabalho serão mostradas algumas idéias da Política de Aristóteles, e sua influência nos dias atuais.

A POLÍTICA DE ARISTÓTELES NA ATUALIDADE
É no livro Política, que Aristóteles desenvolve seu conceito de cidade. A componente inicial é família ou casa, com as relações entre marido e esposa, pais e filhos, senhores e servos. A aldeia resulta da reunião de várias famílias ou casas. A cidaderesulta da associação de vários povoados, que tem por finalidade o bem soberano, assim é somente nela que o homem pode alcançar a vida perfeita e a felicidade. Para Aristóteles o cidadão é aquele que possui o direito de administrar a justiça e exercer funções públicas, participar da função judicial, ou seja, aquele que exerce política. Ele exclui dessa categoria mulheres, escravos, crianças e...
tracking img