O inconsciente

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2233 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
O inconsciente

A fundamentação da teoria psicanalítica se dá através do conceito de que existem processos mentais inconscientes, entretanto, o interesse de Freud por essa suposição nunca foi de natureza filosófica, uma vez que sendo ele um neurologista, se dedicou muito aos estudos da fisiologia, a fim de desvendar os mistérios dos processos mentais, contudo, era inevitável que encontrasseproblemas filosóficos, porém seu interesse era prático, segundo ele, era essencial fazer essas suposições para tentar explicar esse fenômeno no qual ele se defrontava. Seus professores, como Meynert, na medida em que se interessavam pela psicologia, orientavam-se pelos conceitos de J.F Herbart, no qual uns de seus livros eram usados na escola secundária que Freud freqüentou, mesmo com oreconhecimento dos processos mentais inconscientes no sistema de Herbart, Freud não o adotou de imediato nas primeiras fases de suas pesquisas psicopatológicas.
Freud adotou um método neurológico de descrição dos fenômenos psicopatológicos, e escrevia tudo a Breuer por meio de cartas, ele ficou fascinado com a possibilidade de descrever uma psicologia a partir de ingredientes puramente neurológicos, onde sededicou vários meses do ano de 1895 para a realização desta tarefa. Dentro desta visão, a sua produção visava descrever e explicar o comportamento humano normal e patológico, por meio de seus estudos sobre o processo fisiológico dos sistemas neuronais. Porém, muitas razões contribuíram para que o projeto não fosse concluído e para que sua linha de raciocínio por trás deste projeto fosse abandonada,um dos motivos para que isso ocorresse foi que Freud o neurologista, estava sendo descolado pelo Freud o psicólogo, assim ficava cada vez mais claro que todo o mecanismo dos sintomas neuronais eram demasiadamente grosseiros para lidar com as sutilezas que estavam sendo trazidas a luz pela análise psicológica, essas sutilezas que só poderiam ser explicadas através dos processos mentais. Algunsanos depois em A Interpretação dos Sonhos (1900), ocorreu uma transformação, não só do relato neurológico da psicologia desapareceu completamente, assim como grande parte do que Freud escreveu no projeto em termos nervosos, se tornara válido e mais inteligível ao ser traduzido em termos mentais.
Na psicanálise, a essência do processo de repressão não está em pôr fim, em destruir a idéia querepresenta um instinto, mas em evitar que se torne consciente, portanto, tudo que é reprimido não abrange tudo que é inconsciente, o alcance do inconsciente é mais amplo: o reprimido não é apenas uma parte do inconsciente.
A pessoa sob análise deve exatamente superar essas barreiras que impedem que aquilo que esteja no inconsciente, torne-se parte do consciente, assim como fazem que aquilo que ématerial, torne-se reprimido rejeitando-o do consciente. Podemos afirmar que em relação a um estado psíquico inconsciente, o conteúdo da consciência é muito pequeno, de modo que a maior parte daquilo que chamamos conhecimento consciente deve permanecer por um longo período no estado de latência, ou seja, deve estar psiquicamente inconsciente. A resposta óbvia a isso é que uma lembrança latente é pelocontrário, um resíduo inquestionável de um processo psíquico, essa equivalência ao supor que tudo que é psíquico é também necessariamente consciente ou uma questão de nomenclatura. Se fundarmos nesta equivalência, mergulharíamos nas dificuldades do paralelismo psicofísico e caberia superestimar o papel desempenhado pela consciência, forçando-nos a abandonar as pesquisas psicológicas sem ser capaz denos oferecer qualquer compensação de outros campos.
Mesmo antes da psicanálise, as experiências com a hipnose, especialmente a sugestão pós-hipnótica, já tinham demonstrado a existência e o modo de operação do inconsciente mental. A psicanálise exige apenas que apliquemos o processo de inferência a nós mesmos, entretanto, esse processo não leva a revelação de um inconsciente, leva a suposição de...
tracking img