O fim da era lula

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1162 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de fevereiro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
O FIM DA ERA LULA. Dr. Arnaldo Toni Chagas1

Luiz Inácio Lula da Silva foi o primeiro ex-operário, líder sindical a conquistar a Presidencia da Republica na América Latina. Eleito pelo PT em 2002, tomou posse em janeiro de 2003. Conseguiu seu segundo mandato e governou o Brasil por 8 anos. Antes de chegar a presidência ocorreram três tentativas consecutivas (1989,1994 e 1998). Venceu aseleições de 2002 em dois turnos, atingindo a marca de 52.793.364 contra 33.370.739 votos válidos recebidos pelo seu adversário José Serra do PSDB. Na sua Reeleição em 2006, Lula obteve no segundo turno 60% dos votos válidos, contra 39% do seu adversário Geraldo Alckmin. O que influenciou a vitória petista nas eleições de 2002 foi a modificação pragmática do PT; desde as eleições de 1994 ocorreu uma mudançaem sua ideologia, em seu discurso: “das propostas socialistas de transformação social (...) para práticas reformistas, passando da esquerda do espectro político para o centro, na tentativa de se aproximar do eleitor mediano (eleitor de centro)”. Essa mudança “está intimamente ligada à evolução positiva do resultado das urnas (...), com o abandono das principais bandeiras e diretrizes outroradefendidas” (CREMONESE, 2009, p.87). O PT precisou realizar alianças políticas para vencer as eleições, o próprio Lula admitiu isso. Outras razões contribuíram para a vitória de Lula: a desfavorável “conjuntura políticoeconômica” herdade da fase FHC e o “Marketing Político” do presidente e a “Carta aos Brasileiros”; ocasião de instabilidade política que antecedeu as eleições de 2002. Na carta Lula e oPT, com a intenção de acalmar o mercado, compromete-se a pagar os juros da divida externa além de cumprir os contratos. Ele foi criticado pelos analistas políticos em razão de estar beneficiando os banqueiros (CREMONESE 2009). O “Programa Bolsa família” (PBF), mecanismo condicional de transferência de recursos, foi criado pelo governo do PT em 2003, como forma de integrar e unificar a fome zeroque é criação de outros programas implantandos no Governo FHC: "Bolsa Escola", "Auxílio Gás" e o "Cartão Alimentação". O PBF tem como meta beneficiar famílias de baixa renda, propiciando-lhes a oportunidade de promoção social por meio da educação, visa
Aluno de Sociologia – UNIJUÍ. Psicólogo Social e Institucional; Prof. Da ULBRA/SM; Dr. em Ciências da Comunicação (UNISINOS).
1

vincular atransferência de renda à permanência da criança e adolescente de baixa renda na escola. O PBF é motivo de controvérsias (prós e contras) de todos os tipos. No inicio do Lula, milhões de brasileiros ficaram entusiasmado. Sabe-se da identificação de milhares de brasileiros com a pessoa (história) de Lula: operário pobre que chegou ao poder, uma espécie de vingança contra a elite brasileira que sempregovernou o Brasil. Lula é defensor dos direitos dos pobres, famintos, sem dignidade, etc, assim, conseguiu votos e credibilidade, a tal ponto de ser recohecido internacionalmente por ser o único presidente que conseguiu erradicar a fome no Brasil. Contudo, Lula procurou por muito tempo em seu governo, usar a estratégia do ataque, colocando a culpa no governo anterior; tudo de ruim que acontecia eraculpa do Governo FHC, ao contrário, mostrava os bons resultados do governo PT: forte crescimento econômico, mais distribuição de renda, empregos, etc. Certo que teve muitos bons projetos do Governo petista: o PAC, baixa do IPI, pró-álcool, o biodiesel, Pró-Uni, aumento do salário mínimo sem quebrar a previdência, colocou o Brasil como líder enre os países emergentes, etc.

ESCÂNDALOS ECORRUPÇÕES ENVOLVENDO PETISTAS

O entusiasmo e a alegria proporcionada pelo Governo do PT no primeiro mandato, não durou muito tempo declinando-se e se transformando-se em decepções que abalaram a nação brasileira: denúncias de corrupções envolvendo pessoas do alto escalação do Governo, de confiança de Lula. Denúncias envolvendo ministros acusados de crime de formação de quadrilha. Isto levou o PT a...
tracking img