O close do feio: a fotografia e suas esferas grotescas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 4 (829 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Universidade de Caxias do Sul Gabriela Bregolin Grillo Estética e Cultura das Mídias (Vespertino) Prof.ª Ivana Almeida da Silva 28/08/2012

O close do feio: A fotografia e suas esferas grotescasBelo: que tem forma perfeita e proporções harmônicas, agradável aos sentidos, elevado ou sublime. Feio: de aspecto desagradável, indecoroso, vil. Existem nessas duas palavras, oito letras e váriossignificados, o contraste que rege a estética. O belo e o feio, antagonismo tão sobressalente aos nossos olhos, torna-se ainda mais perceptível sob as lentes das câmeras fotográficas. A beleza, quepoderia passar, antes, despercebida, torna-se o prato principal da arte visual. Conclui-se, a partir dessa supervalorização dos padrões estéticos gregos, da beleza helenística, que o que atrai as pessoasé sempre o belo, o padrão harmônico dos traços e das formas. Conclusão essa que, muitas vezes, pode estar errada. O que é diferente, pode-se dizer até mesmo grotesco, ou errado, é capaz de exercer umaatração infinitamente maior do que a costumeira beleza frente à olhos mais sensíveis. Existem na fotografia alguns casos, embora um tanto escassos, de trabalhos que chamam a atenção do mundo, não porsua perfeição, mas pela mensagem que trazem, pela verdade, crítica, ou originalidade da foto. Um claro exemplo disso consiste na fotografia de uma criança sudanesa muito desnutrida que, ao caminho deum centro de alimentação, para de caminhar em virtude do cansaço, quando um abutre para perto dela, e ali fica, à espreita. Na fotografia pode-se ver o abutre, com os olhos fixos na criança, e elaencolhida, com a cabeça entre as mãos – embora não se possa ver o seu rosto, a impressão que temos é a de que ela está chorando. Pode-se dizer que não era uma fotografia agradável ao olhar. Tirada pelofotógrafo sul-africano Kevin Carter, ela foi publicada na primeira página do New York Times, ganhou o prêmio Pulitzer em 1994, e chocou o mundo. Situação semelhante ocorre com o trabalho do...
tracking img