O advogado no contexto interpessoal

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 13 (3071 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 3 de outubro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
O ADVOGADO NO CONTEXTO INTERPESSOAL

Relacionamentos interpessoais são constantes na prática da advocacia: clientes, testemunhas, colegas, juízes, promotores vêem-se em constante interação. Dois elementos, interdependentes, são basilares para o relacionamento profissional saudável e produtivo: o autoconhecimento e a percepção do outro - aquele com que se interage.
O autoconhecimentopossibilita (e estimula) o desenvolvimento da percepção do outro; percebendo o outro, a pessoa adquire condições de se comparar e, assim, se conhecer melhor. Dessa maneira se estabelece um ciclo de desenvolvimento contínuo e profissional resultando no sucesso financeiro e profissional.
Habilidades pessoais e interpessoais:
Habilidades não se confundem com conhecimentos. Uma habilidade é um conhecimentocolocado em prática. O conhecimento somente frutifica quando se manifesta.
• Habilidade de observar: a habilidade de observar constitui a base de todo o sucesso no relacionamento interpessoal. Ela compreende: Perceber as mensagens não-verbais contidas nos comportamentos da(s) pessoa(s). Essas mensagens transmitem informações nem sempre perceptíveis na fala. O corpo não mente e o observadorencontrará nos gestos os sinais que a fala procura ocultar. O observador atento identifica detalhes reveladores de características de personalidade potencialmente capazes de influenciar a percepção dos demais a respeito do cliente ou de seu oponente. O bom observador, da mesma forma que o navegador experiente: é paciente, busca detalhes, usa de descrição, respeita a privacidade, persegue a neutralidade.• Habilidade para escutar: mecanismos de defesa dificultam a escuta. É sábia a expressão popular: "a pessoa só ouve aquilo que quer ouvir"; em outras palavras, ouve-se tanto mais e melhor o que ratifica as expectativas de quem escuta. A surdez ao desagradável reflete-se na cegueira ao inaceitável. O falar para não ouvir constitui um hábil mecanismo inconsciente de defesa que, com o tempo, se tornaum comportamento condicionado e tem a ver com a relação figura-e-fundo, onde a figura orienta a percepção, e, portanto, obscurece o restante. Juízes, advogados e especialistas em recursos humanos devem ter em mente que: falar tem efeito terapêutico. Quando o Juiz possibilita à pessoa expressar-se livremente, permite-lhe pensar melhor. Ouvir, entretanto, requer muita disposição para aceitar ecompreender o outro. A fala também pode ter efeitos diversos: por meio dela, brotam elementos que o consciente preferiria não revelar e que, por razões inconscientes, procuram canais para manifestar-se. O juiz e o advogado, permitindo e até estimulando a fala, também ascendem a essa posição, aumentando a confiança própria e dos demais na qualidade de seus trabalhos.
• Habilidade para falar: a qualidadeda escuta manifesta-se quando a pessoa responde a uma pergunta explícita ou, simplesmente, aumentando a confiança própria e dos demais na qualidade de seus trabalhos. O momento de fala deve ser cuidadosamente aproveitado. A fala deve conter: precisão (ser direta ao ponto), concisão (tão curta quanto às condições permitem ter objetividade), clareza (sem dar margem à interpretação dúbia) e correção(do ponto de vista gramatical). O autoconhecimento é o instrumento que o advogado dispõe para evitar que aconteçam inadequações, tais como: deslocamento para outro assunto, identificação com o que fala, distração, fantasia, negação da realidade, racionalização (nega a importância do cliente para ele mesmo, reduzindo-o a insignificância. A boa fala contém algo de reflexão, até como forma dedemonstrar a existência de compreensão. Isso nada tem a ver com concordar com o cliente, trata-se apenas, de lhe demonstrar que o advogado consegue colocar-se no ponto de vista dele, compreendendo-lhe a forma de encarar a questão. Cuidado semelhante deve ser tomado com a expressão corporal, diretamente associada à fala e merecedora de cuidados e treinamentos. Estar sem sono, alerta, olhando com...
tracking img