Dpn°1

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2738 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Universidade Paulista – UNIP
Campus Manaus
Cursos Superiores de Tecnologia












Trabalho sobre Gerenciamento de Transportes apresentado com exigência parcial para conclusão do 4º semestre do Curso Superior de Tecnologia em Logística, da Universidade Paulista – UNIP, sob a orientação e coordenação do Professor Esp.Marcos Afrânio Araújo da Silva.


Manaus
2013

Sumário


Introdução
1. Conceitos de transporte
1.1. Transporte na cadeia logística
1.2. Relação de transporte com o desenvolvimento econômico
1.3. Panorama dos transportes no Brasil
1.4. Transporte no ciclo do pedido
2. Modais de transporte
2.1. Transporte MultimodalConclusão
Bibliografia














Introdução
Inicialmente devemos responder: o que é transporte? É o deslocamento de pessoas e pesos de um local para outro.
Nos primórdios da Humanidade todos os pesos eram transportados pelo próprio Homem, de acordo com a sua limitada capacidade física. Após ter começado a permutar mercadorias (escambo), alguns animais foram domesticados eutilizados para ampliar capacidade de transporte. Com o advento da agricultura, as mercadorias disponíveis para serem trocadas se diversificavam cada vez mais. Impulsionando pela necessidade, o ser humano inventou a roda e começou a construir veículos que, puxados por animais domésticos, multiplicavam a capacidade da carga transportada de uma única vez. Ao longo do tempo, em decorrência de maioresdificuldades na negociação das trocas, inúmeros materiais então disponíveis foram utilizados como referencial de valor (dinheiro), gerando crescentes demandas por transporte e impondo ao Homem que aprendesse a construir e aperfeiçoar veículos de diferentes velocidades e capacidades de carga.
O transporte de cargas é o principal componente dos sistemas logísticos das empresas. Sua importância pode sermedida através de, pelo menos, três indicadores financeiros: custo, faturamento e lucro. O transporte representa, em média, 64% dos custos logísticos, 4,3% do faturamento e, em alguns, mais que o dobro do lucro (FLEURY; WANKE; FIGUEIREDO, 2000; BOWERSOX; CLOSS; STANK, 1999). Com relação às nações com razoável grau de industrialização, diversos estudos e pesquisas apontam que os gastos comtransporte oscilam ao redor de 6% do PIB (LIMA, 2005).
Tanto no âmbito das políticas públicas de investimento em infraestrutura quanto no âmbito gerencial de empresas privadas e estatais, a principal decisão relativa ao transporte de cargas é a escolha dos modais de transporte (FIGUEIREDO; FLEURY; WANKE, 2003). São cinco os modais de transporte de cargas: rodoviário, ferroviário, aquaviário, dutoviárioe aéreo. Cada um possui estrutura de custos e características operacionais específicas que os tornam mais adequados para determinados tipos de produtos e de operações.
Assim, o estudo do transporte de cargas tomou o cunho sistêmico de especialização científica, buscando-se entender e analisar todas as variáveis envolvidas para melhor atender às complexas necessidades decorrentes das transaçõeslocais, regionais e internacionais.





Conceitos de transportes
Um sistema de transportes é constituído pelo modo (via de transporte), pela forma (relacionamento entre vários modos de transporte), pelo meio (elemento transportador) e pelas instalações complementares (terminais de carga). Como em qualquer outra atividade humana, o estudo do transporte envolve o conhecimento de suaterminologia, que lhe é peculiar.
Terminologia utilizada em transportes
Embarcador ou Expedidor – Pessoa física ou jurídica que celebra o contrato de transporte com o transportador, não necessariamente o proprietário da mercadoria.
Consignatário – Pessoa física ou jurídica legitimamente autorizada para receber a mercadoria no local contratualmente acordado para a sua entrega.
Volume Indivisível -...
tracking img