a violencia por parceiro intimo

Páginas: 8 (1883 palavras) Publicado: 25 de agosto de 2014
XII SEMANA CIENTÍFICA FSA 2014
Violência no contexto das relações sociais









VIOLÊNCIA ÍNTIMA: UMA REVISÃO BIBLIOGRAFICA














Teresina/ PI
2014
INTRODUÇÃO
A violência íntima é um problema mundial ligado ao poder, privilégios e controle masculinos. Atinge todas as mulheres, independente de idade, cor, etnia, religião, nacionalidade ou condição social,afetando o bem-estar, a segurança, as possibilidades de educação, desenvolvimento pessoal e autoestima das mulheres, constituindo um grave problema de saúde pública diante dos altos índices de morbidade e mortalidade feminina. A partir dos anos de 1990, investigações indicaram altas prevalências de violência por parceiro íntimo (VPI), variando no mundo de 15,4% a 70,9%, para ocorrências de ao menosuma vez na vida de violência física e/ou sexual.
No Brasil, apenas no final do século XX, essas violências passaram a ser agendadas politicamente como violação aos direitos humanos. Devido à mobilização e à conscientização produzidas pelos movimentos sociais, pelas organizações, pelas convenções em nível internacional, com posterior repercussão nacional, e recentemente pela elaboração delegislação específica, criaram-se mecanismos para coibir e prevenir atos de agressão e violência por parceiro intimo e familiar contra mulheres.
Estudos qualitativos e quantitativos mostram que a violência por parceiro íntimo (VPI) está ligada à aceitação da violência e normas hierárquicas de gênero, como o “direito” masculino ao controle sobre bens e comportamentos femininos. A descrição “parceiroíntimo” refere-se a esposo, namorado, noivo ou qualquer outro homem com quem a mulher desenvolva relação íntimo-afetiva. As violências por parceiro íntimo geram sérias consequências e susceptibilidade a doenças, configurando-se em todo o mundo como um dos mais graves problemas sociais e de saúde pública.
Segundo relatório mundial sobre violência e saúde, elaborado pela Organização Mundial de Saúde(OMS), a forma mais prevalente de violência contra mulheres é aquela praticada pelo parceiro íntimo no espaço privado, ainda que não se restrinja ao espaço doméstico, com taxas de prevalência variando entre 15% e 52% de mulheres que experimentaram algum tipo de violência cometida pelo parceiro.
O aumento das discussões entre o casal devido ao estresse e às mudanças de vida em decorrência da gravidezé referido por Martin et al (2004) como situação que pode desencadear violência no período gestacional e no pós-parto. Para Burch & Gallup (2004), se a gravidez está envolvida num clima de ciúme e desconfiança em relação à paternidade, pode ter início, então, a vivência de violência com a probabilidade de continuidade no pós-parto. Para Jasinski (2004), no pós-parto, com um filho recém-nascido, asnoites mal dormidas e as mudanças na dinâmica familiar podem provocar maiores conflitos entre o casal, incluindo discussões sobre a atividade sexual, o que pode levar ao aumento da violência sexual nesse período.x
A violência por parceiro íntimo (VPI) durante a gravidez e no pós-parto é considerada por muitos autores, sério problema de saúde pública e fenômeno complexo, cujas consequências podemser bastante negativas para a saúde da mãe, do feto e da criança. Nesse caso, a violência não é dirigida apenas contra a mulher, há também o envolvimento de um filho intrauterino, recém-nascido ou que já está no seu primeiro ano de vida, o qual cresce em situação de violência.
Segundo o Ministério da Saúde do Brasil, a mulher violentada sexualmente necessita de assistência humanizada na interaçãocom o profissional nos serviços de saúde. Um estudo fenomenológico mostrou que o profissional se sente impotente. A sensação de não resolutividade pode levar a um sentimento de impotência, porque o profissional confunde os seus objetivos e limitações com o da pessoa que está sendo atendida.
O impacto causado pelo atendimento a pessoas que sofrem violência sexual nos profissionais pode...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Controvérsias na mediação no divórcio e na violência entre parceiros íntimos: uma visão sobre...
  • Parceiros
  • pecados intimos
  • Inimigo Intimo
  • meu amigo parceiro
  • é nois parceiro
  • Destino íntimo
  • parceiros de canal

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!