A tipografia futurista e seus conceitos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1555 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
ETec Carlos de Campos




















Tipografia Futurista

Professor Antonio Quedas

















Denise Portigliotti
Denise Silva Barros
Diego Assis
1° CVC – T1


São Paulo
2012

A Tipografia Futurista e seus Contextos e Conceitos.

1909 – Manifeste Du Futurisme

O futurismo foi um movimento criado por Filippo Tommasso EmilioMarinetti (poeta e editor), o mais importante autor e artista gráfico do Futurismo, que através do Manifeste du Futurisme, publicado no Le Figaro em 20 de fevereiro de 1909, e outros manifestos o teorizou. Um italiano nacionalista, mas repleto de ódio pela harmonia e classicismo da arte e da ordem social de seu país; revolucionário anarquista mas defensor do militarismo, da guerra e da ordem; contraa idéia de luta de classes Marxistas; desprezador da mulher, mas defensor do salário justo para os dois gêneros. Foi sem dúvida um homem polêmico e desestabilizador. Iniciado como um movimento de reforma literária, em breve o futurismo expandiu-se e abarcou outras disciplinas como a pintura, a escultura, a publicidade e o design tipográfico. Para este último, o Futurismo supôs uma ruptura do uso dasformas tipográficas tradicionais, onde os criadores buscavam novas formas de expressão. É de se salientar que os conceitos de layout, composição e tipografia não voltariam a ser os mesmos. 

Conceitos

Nesta era da velocidade ninguém está interessado no desenvolvimento de um alfabeto destinado ao uso comum. O poema tipográfico Futurista normalmente era orquestrado para prover um senso desimultaneidade de sons e eventos e, ao mesmo tempo, um sentimento de avanço físico de um elemento por outro. Não há hierarquia de importância, nenhum princípio organiza a leitura das palavras de modo que concentre a atenção do olho do leitor. O uso do espaço em branco como efeito de silêncio nos designs enfatizava o sentido das palavras para criar um impacto emocional no espectador. Os artistas tentavamcapturar a energia da velocidade com arcos dinâmicos e superestruturas na página, o tipo e as letras se convertem em elementos autônomos de design, empregados de maneira livre, utilizando um forte contraste de formas e tamanhos e o uso da linha diagonal com o texto, assim como a repetição sequencial do mesmo faz surgir uma tipografia de símbolos verbais. 
Os futuristas viram, na possibilidade dosfragmentos de palavras flutuantes, uma oportunidade para manifestar analogias mais profundas: o conjunto de palavras associadas com coisas discrepantes, animar e inanimar, serviria para capturar o senso moderno da simultaneidade de experiências diversas”. Para Filippo T. Marinetti, líder do Movimento, era preciso confundir deliberadamente o objeto com a imagem evocada. O mais importante é que elepercebeu que as letras que compunham as palavras não eram meros signos alfabéticos, mas, sim, signos portadores de força expressiva e imagética, Ele acreditava na aparência onomatopeica da forma linguística, e sua capacidade de mediação e expressão. O uso da tipografia está relacionado com o musical, a partir da preocupação pelo valor puramente fônico da linguagem . 
 
Conceitos TipográficosPor cores, Marinetti referia-se antes a tonalidades, a intensidades e a pesos. Duma coisa podemos todos estar certos, aquilo que o poeta vanguardista estava a criar era tumultuoso, revolucionário. E é disso que se trata, de uma Revolução Tipográfica, como o próprio designou, em que o contato entre o autor e o objeto livro, o texto e a sua paginação é de tal ordem, que acaba por resultar numarelação simbiótica entre os dois. Como Marinetti descreve nas passagens do seu manifesto de 1913, quebrar a uniformidade e harmonia da sintaxe da literatura do passado era o seu objetivo, conferindo à leitura dos seus poemas uma paleta sensorial até aí nunca alcançada. Abolindo a pontuação, como os adjetivos, advérbios e conjunções, como refere em outro dos seus manifestos, Manifesto Técnico da...
tracking img