A sociedade do consumo e o ciclo produtivo urbano industrial e o desenvolvimento sustentável

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1120 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
CIÊNCIAS AMBIENTAIS

A Sociedade do Consumo e o Ciclo Produtivo Urbano Industrial
e o Desenvolvimento Sustentável

Tutor: João Pedro Garcia Araújo

Curso: Engenharia de Produção
Aluna: Carla de Souza Braga Macedo
Matrícula: 20112101954
Turma:1VIRCIE-N
Rio, 21/10/2012
SUMÁRIO

1. Introdução---------------------------------------------------------------------------------------032. Desenvolvimento-------------------------------------------------------------------------------03

2.1 A Sociedade do Consumo e o Ciclo Produtivo Urbano Industrial---------------------03

2.2 Desenvolvimento Sustentável---------------------------------------------------------------04

3. Conclusão---------------------------------------------------------------------------------------064. Referências Bibliográficas--------------------------------------------------------------------06

1- INTRODUÇÃO

Este artigo fundamenta-se em analisar acerca do Ciclo Produtivo Urbano Industrial e o Desenvolvimento Sustentável. A análise aborda os impactos da Sociedade do Consumo no Meio Ambiente e suas relações no Ciclo Produtivo. Verifiquei ainda as ferramentas da Logística Reversapara tratamento de resíduos. A análise é feita com base em artigos e relatórios. A conclusão da análise aponta que a Sociedade é estimulada a um consumo crescente de produtos supérfluos, as indústrias criam produtos com menor durabilidade para manter o ciclo do consumo x produção, impactando o meio ambiente. A produção em larga escala produz maior quantidade de resíduos e a Logística Reversaestabelece ferramentas para o tratamento adequado desses resíduos, diminuindo os impactos no meio ambiente.

2- DESENVOLVIMENTO

2.1 - A Sociedade do Consumo e o Ciclo Produtivo Urbano Industrial

As indústrias de Bens e Consumo estão se fortalecendo em uma sociedade cada vez mais exigente, principalmente com o aumento na acessibilidade na compra de produtos com a globalização.
Os grandesmercados emergentes continuam a vivenciar rápido crescimento na renda dos consumidores, com milhões passando da condição de pobreza para a de classe média. Contribuindo para um bom momento no mercado de produtos de consumo.
Para alguns pesquisadores, consumir é indispensável para fazer a economia girar e os países se desenvolverem. Para outros, o consumo desenfreado é uma grave doença moderna, comcomplicadas consequências para a sociedade e para o meio ambiente. Consumir geraria demanda, que por sua vez geraria maior produção por parte das indústrias, estimulando o surgimento de novos empregos, o aumento de salários e até mesmo o investimento em novas tecnologias para aprimorar a produção. Por muito tempo, essa foi uma corrente de pensamento econômico predominante nos países capitalistas. Masesse modelo neoliberal, que tinha os Estados Unidos como seu principal representante, está sendo cada vez mais questionado.
As grandes indústrias desenvolvem produtos que incentivam um ciclo de produção x consumo cada vez maior quando criam produtos com pouca durabilidade. As propagandas espalhadas por toda parte estimulam nas pessoas um sentimento de que necessitam ter “aqueles” produtos paraestarem inseridas na sociedade. Por outro lado, observa-se uma sociedade cada vez mais doente também, como consequência de uma “necessidade” que nunca é saciada.
Segundo a Instituição Deloitte, no relatório de “Os Poderosos da Indústria de Produtos de Consumo – 2008”, as dez maiores empresas globais de produtos de consumo são dos setores de Alimentos, bebidas e Tabaco e Produtos eletrônicos (Videtabela Abaixo).

(Figura 1 – Fonte: http://www.deloitte.com)
Vivemos em uma sociedade com aumento no número de doenças ligadas ao alcoolismo, tabagismo e sedentarismo, além dos distúrbios psicológicos, muitas vezes desenvolvidos porque as pessoas estão vivendo sob forte stress e cada vez mais sozinhas.
Diante de uma realidade que a população consome 25% mais recursos naturais do que a...
tracking img