A psicologia no brasil: memoria e esquecimento

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 15 (3520 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 7 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
A Psicologia no Brasil: memória e esquecimento
Mitsuko Aparecida Makino Antunes
Há o que se comemorar nesses denominados 500 anos de “descobrimento” do Brasil. Talvez, pouco ou nada há para se festejar. Entretanto, não apenas há motivos para se comemorar, como urge que se o faça; entendendo aqui comemorar como lembrar com, junto, coletivamente. A propósito, Octavio Ianni, em recente artigo paraa revista Caros Amigos, referindo-se à peça teatral Lembrar é Resistir, afirma:
“Sim, a memória é o segredo da história, do modo pelo qual se articulam o presente e o passado, o indivíduo e a coletividade. Aos poucos revelam-se os fios da história. O que parecia esquecido e perdido logo se revela presente, vivo, indispensável. Na memória escondem-se segredos e significados inócuos eindispensáveis, prosaicos e memoráveis, aterradores e deslumbrantes.” 
Cada época produz idéias e práticas que refletem suas contradições. Produzem-se idéias que buscam fazer o tempo retroceder ao passado. Produzem-se idéias que refletem e se comprometem com os interesses dominantes e suas idiossincrasias; procuram estas paralisar o tempo no presente. 
Há idéias, porém, que se opõem às forças hegemônicas dopresente, apontando para o futuro e para a transformação; algumas constituir-se-ão em realidade; outras, ainda insuficientemente capazes de gerar conflitos significativos, poderão ser condenadas ao esquecimento. 
Toda memória é seletiva e parcial, revelando um dado ponto de vista e de interesse. Cada época registra principalmente aquilo que representa as forças que têm o poder de decidir como e oque vale a pena ser lembrado. Algumas idéias e práticas esquecidas, não sendo representativas do que é dominante em seu tempo, constituem-se em apanágios para o futuro, só nele podendo ser talvez resgatadas, reconhecidas e compreendidas. Trataremos brevemente, neste artigo, de mostrar, por alguns elementos, como esse processo se deu com a Psicologia no Brasil.
A preocupação com os fenômenospsicológicos no Brasil não é recente. Desde os tempos da Colônia, tais preocupações aparecem em obras1 relativas à Filosofia, Moral, Teologia, Medicina, Política etc. O estudo dessas obras2 demonstra uma produção não raras vezes original e mesmo questões até hoje atuais (aliás, isso não deveria causar surpresas, pois muitos problemas ainda permanecem como herança da Colônia). Seus conteúdosreferem-se, geralmente, a interpretações sobre os tipos e os modos de agir daqueles que aqui viviam e a seu controle; é clara a articulação entre as idéias psicológicas e os interesses metropolitanos. Destacam-se, dentre vários elementos, a preocupação com os indígenas, sobretudo no que diz respeito às suas relações com o trabalho e à sua aculturação; assim como a preocupação com a mulher indígena e seucompor tamento relacionado à maternidade e à educação dos filhos. Há, ainda, preocupação com a compreensão, cura e controle daquilo que hoje denominam-se emoções, tendo em vista preocupações de ordem moral. Da mesma maneira, as preocupações com a educação são inseparáveis dos interesses da metrópole, seja pela garantia da difusão de sua ideologia, seja pela necessidade de formação de quadros para amanutenção da empresa colonial. 
Contraditoriamente, algumas idéias foram particularmente inovadoras, como a defesa da educação feminina e a crítica à condição de submissão da mulher, além do reconhecimento de sua capacidade intelectual; o prenúncio da psicoterapia; o pressuposto ambientalista, incluindo o ambiente social, sobre o comportamento; as primeiras idéias sobre os fatores psicossomáticospresentes nas doenças etc. Constata-se que essas idéias refletiam as contradições da sociedade colonial, demonstrando que não era ela amorfa, meramente respondendo aos interesses metropolitanos, havendo, como em outras manifestações, idéias e planos de ação calcados numa perspectiva de resistência à condição então imposta. É possível compreender, nesse panorama, a originalidade de algumas...
tracking img