A origem da vida no continente africano

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1420 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
As teorias em voga defendem que a vida surgiu nos oceanos pré-cambrianos há mais ou menos 3,5 bilhões de anos. Paulatinamente, na Era Paleozóica, os seres vivos multiplicaram-se, diversificaram-se e evoluíram no seio das águas. A conquista de terra firme só se efetivou de 300 a 350 milhões de anos atrás com a proliferação das plantas terrestres originadas de ancestrais aquáticos. Os seusprimeiros fósseis bem conservados datam de 395 milhões de anos.
Individualmente, alguns representantes de diversas espécies animais, notadamente vermes e artrópodes conseguiram transpor a grande barreira que separa o reino das águas do reino das terras. No período Devoniano, entre cerca de 416 e 359 milhões de anos atrás os insetos e anfíbios fianalmente conquistam em definitivo o ambiente terrestre. NoCarbonífero, período seguinte que se extende até aproximadamente 299 milhões de anos atrás diversificaram-se os anfíbios, surgem os reptéis e os insetos alcançam efetivo domínio da Terra.
O perído seguinte é o Permiano, que vai até 245 milhões de anos atrás e é a vez dos reptéis experimentarem grande diversificação.
No Triássico, (351 milhões - 199 milhões e 200 mil anos) já na Era Mesozóica,surgiram os dinossauros e mamíferos. Então os continentes estavam unidos no que se denominou Pangéia que começa a se dividir. No Jurássico, que está compreendido entre 199 milhões e 600 mil e 145 milhões e 500 mil anos atrás, aproximadamente imperam o grandes dinossauros e surgimem ancestrais das aves.
No último período da Era Mesozóica, o Cretáceo, que está compreendido entre 145 milhões e 500 mile 65 milhões e 500 mil anos atrás, aproximadamente, ocorrem glaciações e os dinossauros e diversos seres vivos desaparecem. É então quando surgem os mamíferos placentários e as aves proliferam-se.
A Era Cenozóica marca a abertura do capítulo mais recente da história da Terra. Então os mamíferos e vegetais com flores disseminam-se e então aparecem os prossímios.
Datam do Pleistoceno, período queestá compreendida entre 1 milhão e 806 mil e 11 mil e 500 anos atrás, aproximadamente. Durante muito tempo considerou-se que os mais antigos restos do homem pertencesse ao Homo heidelbergensis que viveu no território alemão há cerca de 450.000 anos. O consenso atual dos antropólogos, entretanto, é que os ancestrais diretos dos humanos modernos mais antigos foram as populações africanas de HomoErectus (possivelmente Homo ergaster), em lugar das populações asiáticas exemplificadas pelo Homem de Java, Pithecanthropus erectus, e o Sinanthropus pekinensis, mais conhecido como Homem de Pequim que também por outro longo período de tempo ocuparam tal posto.
Há controvérsia sobre a idade do Homo sapiens; segundo alguns autores o seu aparecimento deu-se há cerca de 250.000 anos, isto é, antesmesmo do Homo neanderthalensis.
Os gêneros mais antigos associados aos humanos modernos são o Orrorin tugenensis, de cerca de 6 milhões de anos de idade, encontrados no Quênia, o Ardipithecus Ramidus Kadabba, vivente entre 5,8 e 5,2 milhões de anos atrás no Noroeste etíope, o e o Ardipitecus Ramidus Ramidus, que viveu há cerca de 4,4 a 4,5 milhões de anos também no território da Etiópia. Oprimeiro tinha compleição assemelhada à do chimpanzé, mas com características dentárias de hominídeo, mostrando uma dieta rica em fibras e não apenas de frutas e folhas tenras. Eles viviam em árvores e se discute sua capacidade de andar permanentemente como um bípede. O cérebro dessa espécie é mais ou menos igual ao do chimpanzé.
O resfriamento do clima no período Mioceno Final (6 a 5,3 milhões de anosatrás) provavelmente detonou o processo evolutivo dos antropóides em direção aos hominídeos. No período Plioceno Inferior, há 4,5 milhões de anos, no final da Era Terciária, surgiam no sul da África as primeiras formas do gênero australopiteco.
A espécie mais antiga de australopiteco é o Australopitecus anamensis que viveu no Quênia de 3,9 a 4,2 milhões de anos atrás. A segunda espécie mais...
tracking img