A logica da situacao da economia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 46 (11422 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
A L´gica da Situa¸˜o da Economia o ca
Celia Lessa Kerstenetzky
Professora Titular da Faculdade de Economia da UFF e Pesquisadora do CNPq, Brasil

Resumo O objetivo deste artigo ´, em primeiro lugar, identificar o ingrediente metodol´gico e o que permite uma integra¸˜o da explica¸˜o econˆmica e da sociol´gica no continente ca ca o o mais abrangente das ciˆncias sociais. Este ingrediente ´ ano¸˜o de l´gica situacional ; e e ca o ela ´ elaborada como uma particular aplica¸˜o do conceito de Verstehen, da sociologia e ca interpretativa. Ser´ argumentado, em segundo lugar, que esta no¸˜o pode tamb´m a ca e oferecer o princ´ de racionalidade econˆmica abrangente dentro do qual a concep¸˜o ıpio o ca de racionalidade como maximiza¸˜o consistente de uma fun¸˜o objetivo ´ apenas um ca ca e casoparticular. Esta ultima conclus˜o contrasta com a proposi¸˜o de Gary Becker ´ a ca de que a escolha racional ´ o princ´ e ıpio de racionalidade abrangente que confere inteligibilidade ` a¸˜o social humana. a ca Palavras-chave: Sociologia, L´gica Situacional, Escolha Racional, Princ´ o ıpio de Racionalidade Classifica¸˜o JEL: B41 ca Abstract The purpose of this paper is twofold: i) to identify thecommon methodological trait that allows the integration of the economical and the sociological explanations within the broader domain of the social sciences, namely, the concept of situational logic; this concept is worked out in connection with the notion of Verstehen; ii) to argue that this concept is also able to provide the broad economic rationality principle within which the conception ofrationality as maximization of a consistent preference function is but a particular case. The latter proposition contrasts with Gary Becker’s claim that “rational choice” is the enveloping rationality principle in the social sciences. Keywords: Economics, Sociology, Situational Logic, Rational Choice, Rationality Principle JEL classification: B41



Recebido em janeiro de 2007, aprovado em junho de2007. Uma vers˜o preliminar deste artigo foi a apresentada no XXXIV Encontro Nacional da Anpec, Salvador, dezembro de 2006, na sess˜o sobre a Metodologia da Economia. Agrade¸o os coment´rios de Ernesto Screpanti, da Universit` di Siena, c a a

Revista EconomiA

Dezembro 2006

Celia Lessa Kerstenetzky

1. Introdu¸˜o ca ´ E comum a percep¸˜o de que a Economia e a Sociologia provˆem ca eduas representa¸˜es distintas do mundo social, a primeira enfatizando a co racionalidade dos indiv´ ıduos, a segunda, as normas sociais no condicionamento e, em alguns casos, na determina¸˜o da a¸˜o social desses indiv´ ca ca ıduos. Contudo, h´ alguma dificuldade em se encaixar a sociologia de Max Weber nessa a classifica¸˜o, assim como em enquadrar a economia de Marx ou de Keynes. ca O objetivo desteartigo n˜o ´, como pareceria ` primeira vista, mostrar o a e a quanto de sociologia h´ na economia e vice-versa – no sentido acima desses a termos –, mas ´, em primeiro lugar, identificar o ingrediente metodol´gico e o comum que permite a integra¸˜o da explica¸˜o econˆmica e da sociol´gica no ca ca o o continente mais abrangente das ciˆncias sociais. Este ingrediente ´ a no¸˜o e e ca de l´gicasituacional, desenvolvida originalmente por Karl Popper (o mais o aclamado metod´logo da Economia) em sintonia com e mesmo sob a influˆncia o e (da Sociologia) de Max Weber. Ser´ argumentado, em segundo lugar, que esta a no¸˜o, para al´m de fornecer um campo anal´ ca e ıtico comum para a Economia e a Sociologia, pode tamb´m oferecer o princ´ e ıpio de racionalidade econˆmica o abrangente dentro doqual a concep¸˜o de racionalidade como maximiza¸˜o ca ca consistente de uma fun¸˜o objetivo ´ apenas um caso particular. Esclarece-se ca e assim o t´ ıtulo deste artigo “A l´gica da situa¸ao da Economia” no nosso o c˜ interesse em situar a explica¸˜o econˆmica em rela¸˜o ` sociol´gica e frente ca o ca a o a si mesma. Obviamente que a pretens˜o n˜o ´ a de esgotar toda a explica¸˜o a a e ca poss´...
tracking img