A infraestutura do transportes no brasil

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 13 (3154 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 27 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
A INFRAESTRUTURA DOS TRANSPORTES NO BRASIL

O esforço feito pelo governo federal nos últimos anos, como a criação do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), ainda não foi suficiente para garantir a melhora da infraestrutura brasileira. Pelo contrário. O País lidera a lista das piores estruturas de transporte e logística entre seus concorrentes, mostra levantamento da Confederação Nacionalda Indústria (CNI).
O trabalho selecionou 14 países com características econômico e sociais semelhantes às do Brasil e que tenham participação no mercado internacional. Foram avaliados os setores de transportes, energia e telecomunicações de todas as nações. No geral, o País ficou com a terceira pior colocação, à frente apenas de Colômbia e Argentina.
Mas, no item transportes, ninguém desbancouo Brasil. ‘Além da qualidade da infraestrutura, a grande deficiência do setor é a falta de conexão entre as diversas modalidades‘, diz o diretor executivo da CNI, José Augusto Fernandes, coordenador do estudo sobre competitividade.

RODOVIAS: No Brasil, mais de 60% das cargas são efetuadas por meio do transporte rodoviário, onde a frota de caminhões é uma das maiores do mundo, onde a manutençãodas rodovias é feita de modo precário, onde em muitos locais essa manutenção inexiste, locais onde o asfalto existia e há anos desapareceu, onde a manutenção quer dos governos municipal, estadual ou federal  é nula.
Segundo dados da CNT – Confederação Nacional do Transporte, de 2008, o Brasil possui entre Municipais, Estaduais e Federal 1.751.872 km de rodovias pavimentadas e não pavimentadas.Desse total 14,4% são de rodovias estaduais, 78,8% são de rodovias municipais e 6,7% são de estradas federais. Nesse total  estão inclusos  141.000 km de vias inacabadas e em construção. As estradas não pavimentadas são a maioria, sendo 88,8% de estradas de chão, contra apenas 11,1% de rodovias pavimentadas, ou seja, somente 196.093 km de rodovias asfaltadas.
O transporte rodoviário de cargas noBrasil apesar do custo e das deficiência das estradas, é o principal meio de transporte do País. Esse grande volume de caminhões, ônibus e outros meios de transporte de cargas em circulação diariamente em nossas já saturadas estradas são responsáveis por 74% das emissões de CO2 de todo o sistema de transportes, de acordo com a IATA (Associacao internacional de transporte Aéreo).
Com atransferência das rodovias para o setor privado, cresce o número de pedágios, e o conseqüente aumento no valor das tarifas. Mas por outro lado, as condições de segurança, sinalização e estado do piso de rodagem são superiores à média nacional e de outras rodovias que não dispõem do sistema de pedágios.
O Brasil possui atualmente segundo a CNT, uma frota de caminhões e ônibus superior a 40.000.000 de veículos,com os ônibus apresentando uma média de 12,5 anos e os caminhões apresentam uma média de 13,8 anos , idade avançada para o transporte de cargas numa malha viária cada vez mais deteriorada, que os detentores do poder dentro das empresa tem que levar em conta e ter pleno conhecimento da logística que se apresenta em todo o percurso de nossas estradas.
Pelo baixo número de estradas federais, asmesmas deveriam servir de exemplo para estados e municípios, mas o que se vê, é o contrário, onde as estradas estaduais e municipais, mesmo as de chão batido, em muitos lugares são melhores e bem mais cuidadas que as federais que cortam os estados e os municípios.

FERROVIAS: No Brasil , a maioria dos transportes logísticos está privatizada. Movimento distinto ocorreu no que tange a infraestruturaferroviária no Brasil, sua origem se dá como um investimento privado realizado pelo então barão de Mauá, que em 1854 inaugurou a primeira estrada de ferro do país, onde ligava o porto de Mauá, percorrendo 15 km até chegar em raízes da Serra, na província do Rio de Janeiro. Porém seu desenvolvimento até a década de 1960, assim com a infraestrutura em geral do país, foi apoiada em políticas...
tracking img