A importancia da mulher na sociedade brasileira

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1958 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 12 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
“NOME COMPLETO DA INSTITUIÇÃO”
“SIGLA DA INTITUIÇÃO”

“NOME COMPLETO DO ALUNO”

A IMPORTÂNCIA DA MULHER NA SOCIEDADE BRASILEIRA

Brasília – DF
2013
“NOME COMPLETO DO ALUNO”

A IMPORTÂNCIA DA MULHER NA SOCIEDADE BRASILEIRA
Trabalho desenvolvido durante a disciplina de Sociologia, como parte da avaliação.

Brasília – DF
2013
Introdução

O presente trabalho tem por objetivo,investigar o papel da mulher na sociedade, a forma como ela foi e continua sendo tratada historicamente, bem como a importância de inseri-la como sujeito da história. O mesmo utiliza-se de textos que procuram evidenciar sua trajetória e função em diferentes tempos na sociedade, descrevendo sobre a família, a educação, o trabalho e as transformações que foram necessárias para que a sociedade começasse atratá-la sob um novo olhar. Faz também uma pequena referência a violência contra a mulher. Apresenta ainda, reflexões sobre as conquistas alcançadas pelas mulheres em diversos períodos e segmentos da sociedade.

Desenvolvimento
A Mulher No Mercado de Trabalho

A mulher brasileira vem aumentando sua participação no mercado de trabalho no Brasil nos últimos anos. Contribui para isso o aumento ada escolaridade feminina, a redução do número de filhos nas famílias e as mudanças nos padrões culturais, que estimulam as mulheres a trabalhar. Mas apesar de ser maioria da população e ter mais tempo de estudo, as brasileiras ainda são minoria no mercado de trabalho e ganham menos que os homens, em média, de acordo com o IBGE.
Nas grandes empresas a desigualdade é reveladora. Menos de 14% doscargos de diretoria das 500 maiores empresas do Brasil são ocupadas pelo sexo feminino.
Também demoram mais para serem promovidas. Além disso, ainda de acordo com o IBGE, a participação das mulheres chega a 45,1% nas microempresas, contra uma média de 31,8% nas médias e grandes.
Em relação aos salários, as mulheres obtêm renda anual média de R$ 1.097,93, enquanto os homens atingem R$ 1.518,31, deacordo com dados da Pesquisa Mensal de Emprego (PME) do IBGE. A diferença ocorre mesmo quando a mulher tem 11 ou mais anos de estudo. Quando os profissionais têm curso superior, os homens chegam a ganhar cerca R$ 1.653,70 a mais do que elas.
Chama a atenção o setor de Construção, área em que as mulheres com 11 anos ou mais de estudo conseguem rendimentos maiores que os homens com a mesmaescolaridade. Em média, as mulheres com esse perfil obtêm R$ 2.007,80, ante R$ 1.917,20 dos homens.
Outro desafio está na busca por um emprego formal. Cerca de 35,5% das mulheres no mercado de trabalho no Brasil têm carteira de trabalho assinada, ante 43,9% dos homens. No setor de comércio, por exemplo, nem metade das mulheres tem carteira assinada (49,7%).
Mulher como Chefe da família

Dois fatosrecentes merecem a atenção em relação à questão de gênero no Brasil: o incremento do número de domicílios com chefia feminina e o aumento consistente da presença da mulher no mercado de trabalho. Estes movimentos não se concentram em uma determinada região do país e se referem a uma dinâmica específica das áreas urbanas.
É difícil atribuir uma causalidade direta entre a entrada da mulher no mercadode trabalho e o aumento da chefia feminina de domicílios, principalmente porque ambos movimentos decorrem de inúmeras razões que se ligam entre si: emancipação feminina, maior urbanização, aumento de importância do setor de serviços, importância da renda feminina para complementação da renda familiar, maior desagregação familiar e, até mesmo, opção pessoal, entre outros motivos.
Porém, épossível observar as relações entre os dois movimentos e a mais clara delas reside no fato de os domicílios com chefia feminina apresentarem constantemente renda inferior àqueles chefiados por homens. A origem desta menor renda estaria associada ao próprio perfil da chefe de domicílio, geralmente sem cônjuge, com baixa escolaridade e com maior idade, bem como às dificuldades de inserção feminina no...
tracking img