A identidade portuguesa

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2359 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de janeiro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Temas da Cultura Portuguesa 2009/2010

Identidade Portuguesa – Alma majestosa Vs Lágrimas Nacionais

Fernando Pessoa, uma das figuras literárias mais importantes, tinha como uma das suas maiores inquietações o desejo de entender Portugal. Na obra intitulada de “Mensagem”, o poeta revê toda a história da pátria na tentativa de entender o futuro. Assim, mergulha mentalmente no túnel do tempo.O poeta, através da saudade, traz o passado ao presente, resgatando, deste modo, a verdadeira identidade portuguesa. A crise que Pessoa assistia revoltado e que se tem arrastado até hoje, faz com que a gente vá até à raiz da Nação, à origem, para conseguirmos detectar os problemas que provocaram o estado deteriorado do nosso país. Daí ser urgente colocar os nossos olhos no passado, fazermos umacerta retrospectiva. E a Mensagem torna isso possível. Então, é essencial a interrogação sobre quem somos, nós que ora partimos para a aventura sem nada temer, alimentados por uma sede surpreendente da Verdade, ora descemos tão baixo ao ponto de perdermos tudo o que nos carimbava de povo lusitano, a raça, a liberdade cultural, derrubando assim toda a grandeza humana deixada pelos nossosantepassados. Porque trocamos toda a luta para chegar aos “beijos merecidos da Verdade” pelas recompensas materiais, pelo afastamento de qualquer ambição? Recuando à era da expansão marítima, em todo o português corajoso havia uma espécie de invasão de algo fenomenal que impedia qualquer retrocesso, eles

Diana Isabel Pereira Mendes

Página 1

Turma 2

nº 33758

Temas da Cultura Portuguesa2009/2010

mergulhavam na descoberta de novos horizontes. Aqui, a História teve sempre a tendência de dizer que os portugueses não tinham qualquer conhecimento sobre os locais para onde se dirigiam, literalmente pousavam a sua vista na distância que desconheciam. Mas, sobre isto, haverá decerto muitas lacunas, as quais não dizem respeito ao presente estudo. O autor da obra em análise, recusaveementemente que a essência do povo lusitano se tenha perdido de vez. Ainda há esperança, segundo este poeta que valoriza o patriotismo. Ele tem a consciência que Portugal andou perdido, é como se suas forças tivessem esgotado logo após um período fértil recheado de inúmeras vitórias, as quais foram suficientes para a nossa Nação ser considerada como a grandiosa, a capaz de enfrentar todos os medos eterríveis obstáculos. Pois a vontade era superior a tudo, a alma era surpreendentemente majestosa. O carácter português era mais forte na época dos descobrimentos, onde nos vencíamos a nós próprios, onde concretizamos os nossos anseios mais secretos, mas após a morte de D. Sebastião tudo isto se desvaneceu. O importante a reter é que o objectivo da Mensagem é sobretudo a ideia de que a grandezaestá na alma, e foi esta que levou à série de acontecimentos que contribuíram para elevar e destacar a História nacional. E é a mesma que falta para que a nossa nação se erga. Pessoa no momento da escrita, vivia um Portugal triste, decadente, e como bom português que era, de alto sentido patriótico queria ver se com esta colectânea conseguia despertar todo o povo, se o mesmo conseguiria reencontrarna interioridade do “eu” a vontade de ir mais além. É claramente necessário fazer-se ouvir a voz da cultura portuguesa, senão corre o risco de se desmoronar por completo. Toda a cultura é sujeita a altos e baixos, numa hora poderá atingir o seu auge, e noutra tropeçar na Vida. Assim se tem passado com a cultura portuguesa. No século XV pode-se dizer que a nossa Pátria conquistou o Mundo, com asdescobertas de lugares até então desconhecidos. Todo o processo das navegações portuguesas levou ao alcance do Conhecimento.

Diana Isabel Pereira Mendes

Página 2

Turma 2

nº 33758

Temas da Cultura Portuguesa 2009/2010

O povo lusitano, foi um grande motor de evolução e um pilar do Mundo. É oportunidade para perguntar: porquê que Hoje Portugal não poderá voltar a ser esse forte...
tracking img