A historia dos famosos filosofos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 12 (2837 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Faculdade Anhanguera Educacional Uniderp/Polo-de-apoio-presencial-de-Hortolândia-Sp/Em cache  - Colégio Objetivo-Rua Zacarias Costa Camargo, 65, Remanso Campineiro, Hortolândia.
3° Bimestre – Pedagogia-licenciatura

História da Educação e da Pedagogia

Amanda Aparecida Couto Silva Lameiro RA. 398504
Eliara Alves Golberto RA. 402878
Fabiana Alves daRocha RA. 354022
Leila Bezerra da Silva Rodrigues RA. 355584

Professor: Lindolfo A.Martinelli

Hortolândia, abril de 2013

Sumário

1. Introdução

2. Realizar pesquisa sobre a história da Educação e da Pedagogia, procurando responder á questão: Somos feitos de tempo?

3. Pesquisar as principais informações a respeito da“Reforma Protestante e da Contrarreforma Católica”, buscando identificar o contexto da implantação da educação escolar no Brasil.

4. Pesquisar as principais informações a respeito das mais significativas escolas fundadas no Brasil colonial, imperial e republicano.

5. Esta atividade é importante para que você reflita sobre a memória e a cultura como pertencentes à construção da história humanaindividual e coletiva.

Introdução: Há muito se ressalta, no Brasil, a importância de discussões que abordem a educação escolar para alémdas suas determinações mais diretas, que emanariam da própria política educacional, em sentido estrito. Não se quer dizer, com isso,que os estudos mais focados sobre política educacional tenham um valor menor, mas apenas alertar para a insuficiência dessa delimitação para a compreensão, em profundidade, das particularidades assumidas pela educação escolar ante os modos de configuração das relações econômicas, políticas e culturais, em um dado contexto histórico e territorial. Essas são, afinal, as relações que produzem as formasconcretas de educação escolar com as quais nos deparamos. Por isso, no plano da investigação, da análise e da exposição, não podem ficar limitadas a tópicos meramente introdutórios; precisam ser também acionadas como elementos centrais na construção de momentos, escalas e percursos de abordagem, sem os quais a apreensão da realidade educacional em sua complexidade fica impossibilitada.É nessesentido que Fundamentos da educação escolar do Brasil contemporâneo devem ser entendidos como um livro necessário não apenas à formação de profissionais da educação, em diferentes níveis. A história de interlocuções da qual resulta marca-o de tal maneira, no conteúdo e na forma, que, a rigor, faz com que seja um livro igualmente adequado para a ampliação do debate entre os diferentes setores deformação e ação que constituem o campo da política social - educação, saúde, assistência, cultura, trabalho - e entre estes e as áreas disciplinares - como economia, ciência política, história, geografia, ciências sociais - nas quais já existem acúmulos importantes sobre a necessidade de afirmação da centralidade da questão social na recondução do debate sobre os desafios políticos do Brasil.

Etapa1: “Somos feitos de tempo.”
Todo amanhã se cria num ontem, através de um hoje (...). Temos que saber o que fomos para saber quem seremos; porque inacabado sei que sou um ser condicionado, mas conseqüente do inacabamento, sei que posso ir alem dele. Esta é a diferença profunda entre ser condicionado e o ser determinado.
Afirmar que somos feitos de tempo é dizer que somos seres históricos, somosformados pela herança cultural dos antepassados, a partir de então, construímos nossos projetos e suas mudanças. Somos seres históricos, já que nossas ações e pensamentos mudam no tempo, à medida que enfrentamos os problemas não só da vida pessoal, como também da experiência coletiva.
É assim que produzimos a nós mesmos e a cultura que pertencemos.
Cada geração assimila herança cultural dos...
tracking img