A geografia e o meio ambiente na nova ordem mundial

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2341 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 29 de abril de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
A Geografia e o Meio Ambiente na Nova Ordem Mundial



Clique na imagem para ampliá-la.
No cenário da Nova Ordem Mundial, as questões se tornam cada vez mais mundiais e cada vez menos estritamente locais. Destaca-se, entre essas questões de interesse global, o meio-ambiente e a consciência de que a destruição ambiental não traz conseqüências, apenas, a um determinado ecossistema de um paísou de um continente, mas para todos os que moram no que se convencionou denominar de "Aldeia Global".

Esse cenário foi construído a partir de modificações filosóficas, genericamente denominadas de "Globalização" (entrelaçamento das economias, maior interdependência e intercâmbio entre as nações) ou "Modernização", as quais produziram novos paradigmas em, praticamente, todos os aspectos da vidamoderna. Entre esses paradigmas, criou-se uma nova visão e tratamento ao "Cliente" externo e interno de uma instituição, redirigindo todos os esforços da organização para a busca de sua total satisfação (Deming, 1987 , Tofler 1992). Além do tradicional consumidor, esses paradigmas consideram como cliente externo, o meio-ambiente, ao qual deve ser dispensado o mesmo tratamento dado aos demaisclientes.

Por outro lado, e devido ao progressivo crescimento populacional, tornou-se necessário o aumento da produção de alimentos, minérios e demais bens de consumo essenciais à manutenção da espécie humana. É evidente que, o atendimento desta demanda, gera obrigatoriamente, impactos ambientais negativos, quer pelo desmatamento de florestas nativas para o plantio, quer pela emissão de resíduosdas fábricas, ou ainda, pela movimentação da terra para a extração de minérios entre outros.

A maior circulação de mercadorias - como matéria-prima, máquinas, bens industrializados, semi-industrializados, etc. - leva também à circulação e, até mesmo, à imposição de idéias.

Assim sendo, a consciência ecológica que chegou primeiro aos países desenvolvidos, alcançou, também, principalmente porimposição, os países subdesenvolvidos.

Nesses países em processo de desenvolvimento econômico que ainda se utilizam da Vantagem Competitiva de seus recursos naturais (Adam Smith, 1723 in Toffler 1980), há necessidade de explorá-los, uma vez que esses recursos representam uma das poucas alternativas de obtenção de recursos financeiros e fonte de renda para a população, comumente pobre (oBrasil, mais particularmente o Nordeste brasileiro e especialmente o Estado do Rio Grande do Norte, está inserido nesse contexto mencionado). Tais países, tradicionalmente, exportadores de matéria-prima para as chamadas nações desenvolvidas (aquelas que já esgotaram seus recursos naturais, e que produziram uma consciência de preservação ambiental através de uma legislação impeditiva de maior degradaçãoda natureza) necessitam de mudanças nos programas de política ambiental.

Entretanto, os Países Desenvolvidos conseguiram avanços acerca das políticas ambientais, através de reivindicações populacionais, desde a década de 60. Os Estados Unidos da América foram pioneiro desse movimento, criando a National Environmental Policy Act (NEPA) em 1969, que tornou obrigatório a elaboração de Relatóriosde EIA (Estudo de Impactos Ambientais). A partir de então, os projetos, programas, atividades e propostas de legislações do Governo Federal só poderiam ser executados a partir da aprovação do EIA/RIMA (Estudo de Impactos Ambientais e Relatório de Impacto Ambiental) que seriam elaborados por uma equipe interdisciplinar.

Nesses relatórios, elaboram-se diagnósticos do meio-ambiente, envolvendo osmeios físicos, biológicos e antrópicos e se definem os impactos, positivos e negativos, considerando os casos de instalação e não-instalação do empreendimento. Os Relatórios de EIA/RIMA devem, ainda, considerar as medidas de controle, mitigação e recuperação ambiental, caso o empreendimento em consideração venha a ser instalado.

Ainda na Conferência das Nações Unidas para o Meio-Ambiente,...
tracking img