A geografia e a era da informação

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1240 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 27 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
A geografia e a era da informação
Falar ao telefone, escrever e-mails, consultar o saldo bancário, efetuar pagamentos, fazer compras, realizar pesquisas na internet, fazer reservas em teatros ou cinemas, são ações que fazem parte do cotidiano de milhões de pessoas que habitam o planeta. Essas formas de comunicações e de obtenção de informações usando meios tecnológicos, estão tãoincorporados ao modo de vida, que poucos se dão conta das grandes transformações que elas envolvem.
MÍDIA
O jornal, o rádio e a televisão foram se sucedendo ao longo da história recente da humanidade, sem que o aparecimento de um novo meio de comunicação de massa excluísse o outro. Atualmente, a internet reúne todos esses meios num único aparelho, o computador.
Além disso,ela oferece outras formas de comunicação, como o correio eletrônico (e-mail), as conferências em tempo real e as cirurgias a distância (telemedicina), entre outras, viabilizando ações no espaço geográfico sem a necessidade de deslocar pessoas, papéis ou qualquer outro elemento material.
Na Era da Informação, os meios de comunicação de massa exercem um papel social muito importante. Nuncao volume de notícias foi tão grande nem sua difusão tão rápida. Do mesmo modo, nunca foi tão amplo o poder de manipulação da mídia, que muitas vezes seleciona ou distorce os acontecimentos divulgados, segundo seus próprios interesses políticos e econômicos. Isso significa que a informação não é neutra. Ela é selecionada, transmitida e aplicada segundo o ponto de vista e os interesses depaíses, empresas, partidos políticos, movimentos sociais, etc. .
Com isso, os grandes conglomerados de comunicação acabam controlando a mídia internacional e exercendo forte influência política e cultural em todos os países do mundo. As grandes empresas de comunicações detêm diversas atividades que envolvem o jornalismo, o entretenimento e a publicidade. É difícil um sistema montado comessa estrutura estar comprometido como o interesse público. Nesse sentido, não está voltado para cidadãos, mas para consumidores (e os anunciantes).
As principais agências de notícias, com capacidade de cobertura mundial – já que detêm uma estrutura organizacional e tecnológica de caráter e qualidade global, como Reuters, France Presse, CNN e Fox News -, estão sediadas nos paísesdesenvolvidos. Neles se situam os grandes centros econômicos mundiais, onde se localizam as sedes de empresas multinacionais, os principais centros financeiros, importantes instituições de pesquisas, universidades etc. Esses centros econômicos são dotados de infra-estrutura adequada e moderna, com capacidade de processar e gerar enorme quantidade de informações, que são distribuídas parajornais, revistas, emissoras de rádio e de televisão de todo o mundo.
CIBERESPAÇO
A humanidade levou muitos milênios para se expandir e ocupar fisicamente o planeta e relativamente pouco tempo para construir nele uma extensa rede digital.
Essa rede, formada pelas tecnologias de informação disponíveis no mundo atual, constitui o palco do ciberespaço, que é o conjunto de relaçõesque a sociedade humana estabelece no espaço geográfico virtual.
Diferentemente do espaço real (geográfico), no espaço virtual não existem paisagens a serem observadas nem percursos que se comuniquem materialmente um espaço com outro. Nele porém se tem acesso a informações oriundas de qualquer lugar no mundo, por meio de uma extensa rede de computadores e de telecomunicações.
Sob oponto de vista histórico, o estudo do meio geográfico pode ser dividido em quatro momentos:
|Tabela 1 |
|ERAS DO MEIO GEOGRÁFICO |
|...
tracking img