A etica na farmacia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1295 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de outubro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIÃO METROPOLITANA DE EDUCAÇÃO E CULTURA
FACULDADE DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS E DA SAÚDE
farmácia

Cintia Cruz
Edneuza B. Ferreira
Elaine Cristina Souza Silva
Ludimilla Fernandes
Melissa Muniz de Carvalho
Juciene Santos Almeida

A ÉTICA NA FARMÁCIA

Lauro de Freitas - BA

2011

SUMÁRIO

|1.|INTRODUÇÃO..................................................................................................................|2 |
| |....................... | |
|2. |FUNDAMENTAÇÃO |3 |
||TEÓRICA............................................................................................................ | |
| |2.1 Pela consciência do profissional.............................................................................. |4 |
| |2.2 Pelo Conselho Profissional (sistema CRF/CFF)....................................................... |4 |
| |2.3 Pelo PoderJudiciário................................................................................................ |5 |
|3. |CONCLUSÃO...................................................................................................................|6 |
| |........................ | |
|4. |REFERÊNCIA| |

2
1. INTRODUÇÃO

Não podemos falar sobre a ética na farmácia sem antes dar o conceito básico da mesma, a ética é uma característica inerente a toda ação humana e, por esta razão, é um elemento vital na produção da realidade social. Todo homem possui um senso ético, uma espécie de"consciência moral", estando constantemente avaliando e julgando suas ações para saber se são boas ou más, certas ou erradas, justas ou injustas.
A sociedade evolui em seus ditames referentes aos direitos civis e políticos do cidadão, requerendo que o exercício profissional seja fundamentado nos direitos de cidadania. Para isto é necessário compreender as diferenças existentes entre a Ética, a Morale o Direito.
A farmácia é a ciência praticada por profissionais formados em uma faculdade de farmácia (farmacêuticos), tem como objeto o fármaco e seus usuários, e como objetivo a pesquisa, desenvolvimento e produção de novas drogas, utilizando-se como fonte plantas, animais e minerais, estudo da manipulação de fármacos, criação e aplicação de métodos de controle de qualidade, estudo deformas de aplicação de orientação ao usuário quanto ao uso racional do medicamento, criação e aplicação de métodos de identificação e dosagem de tóxicos.
O profissional de farmácia, hoje, no seio da sociedade, representa peça chave para o atendimento integral da população. Por vezes confunde-se o farmacêutico com o balconista do estabelecimento farmacêutico.
Dessa forma, conceitos sobrea figura do profissional que trabalha em farmácias vai se formando aleatoriamente, criando, por vezes, identidades sobre esse profissional, independente, das definições, sejam elas fundamentadas em premissas falsas ou verdadeiras.
A Farmácia é um “espaço sagrado” hoje, dentro das políticas de saúde, pois representa o local de possibilidade para prevenção de estados patológicos e manutençãode estados de saúde. Nesta perspectiva também é valioso o papel o profissional farmacêutico.

3
2. FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA

  O Código de Ética Farmacêutica Brasileiro rege que o profissional deve atuar buscando a saúde do paciente, orientando-o em todos os sentidos. Sua atuação profissional inclui uma somatória de atitudes, comportamentos, responsabilidades e habilidades na prestação...
tracking img