A era do capital - capitulo 5

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 3 (730 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Quinto Capítulo: A CONSTRUÇÃO DAS NAÇÕES
O chamado “nacionalismo” vinha ligando a política nacional e internacional no período de 1848 a 1870, a política da época girava sobre a criação de umaEuropa de nações-estados. Havia uma afirmação de nacionalidade entre os países, uma nacionalidade rival. A primeira percepção na construção de Estados nações era a de formar um território coerente,definido pela área ocupada pelos membros da nação, que por sua vez era definida por sua historia, cultura comum, composição étnica e, com demasiada importância idioma comum.

A insuficiência dessapercepção para os valores do nacionalismo, distingue a formação de nações conectadas a elementos comuns como: fato político, identificação a determinado território, estruturas de estado, símbolosnacionais, religiosos ou históricos, e elementos mais radicais, democráticos ou revolucionários como a identificação entre populares a partir da cultura, tradições, e relações de campesinato. Sendo este umponto controverso, pois o nacionalismo encontrava suporte no desenvolvimento natural da sociedade burguesa, moderna, liberal e progressiva, esta feita, o Estado-nação deveria ser capaz de desenvolvertecnologia, economia e forças militares viáveis, proporcional a grandeza da população. Alguns ideólogos do tema preferiram negar a existência e autonomia desses nacionalismos, mais estes movimentoscristalizavam-se e apontavam para uma contradição conformadora de Estados multinacionais, sobretudo na Europa.

Casos como o da Unificação da Alemanha e Itália revelam que o nacionalismo ultrapassa oexpediente de uma “mera expressão geográfica” ou as imprudentes categorias de universalidade e homogeneidade. Pesando nesse processo a atuação de uma camada social intermediaria entre as massas e aburguesia ou a aristocracia, especialmente os literatos, professores, camadas mais baixas do clero, alguns pequenos comerciantes e artesãos urbanos, etc. Por outro lado as camadas mais tradicionais,...
tracking img