A cartomante

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1101 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 15 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Bom, não sei nem como escrever isto, mas aqui vou eu começar, eu peço a compressão e compaixão de todos, peço que realmente entendam o sentido da caridade e que possam me ajudar de alguma forma.
Bom, meu nome é Débora Luana Pereira, tenho 16 anos, resido em Aracaju/SE, sou uma menina muito triste, muito infeliz, logo entenderão o porquê, Bom, eu tinha uma família, ou eu achava que tinha aomenos, uma religião, uma vida, achava que tinha amigos e pessoas a qual eu pudesse contar em um momento de aflição, mas era uma farsa, era tudo mentira não me entendam por uma menina revoltada que simplesmente brigou com os pais e quer ir para fora de casa, não, a minha historia não é esta, sim eu brigo com meus pais, mas isto já virou uma coisa um pouco até comum, eles não gostam de mim, literalmentemesmo, fazem questão de deixar claro todos os dias, o quanto eu os incomodo, sou um mal, que não me suportam e essas coisas, eles nunca gostaram de mim, e eu já até aprendi a conviver com isto, eles acham que eu sou como uma ovelha preta ou um patinho feio.
Enfim, minha religião é legal, tem quase os mesmos princípios de uma adventista, por isto seria fácil pra mim se adaptar a ela, e eurealmente gosto da minha religião, dos princípios estabelecidos nela, mas eu não faço parte dali, não é pra mim, é um lugar cheio de pessoas que acham que são perfeitas, é um lugar pra gente perfeita, o problema não é a religião, é as pessoas sem humildade que frequenta ela.
Eu nunca fui uma pessoa rodeada de amigos, na verdade sempre fui uma pessoa muito sozinha e solitária, eu tenho uma certadificuldade de fazer amizades e me relacionar com as pessoas, mas os poucos amigos que eu tinha, e as poucas pessoas que me rodeavam eu sinceramente pensava que eram amigos, que eu poderia contar com eles nos meus momentos de aflição, mas só a dois motivos pelo qual uma pessoa fica a seu lado, porque ela precisa de você ou porque lhe ama, e eles não me amavam. Isto foi culpa da minha ingenuidade ouinocência de mais, mais eu aprendi.
Mas basicamente eu estou sozinha no mundo, não tenho nada, nem ninguém, não posso contar com nada e nem ninguém, eu estou sem rumo, precisando de ajuda, as pessoas só me usam, meus pais tentam se livrar de mim a toda hora, e eu não sei mais o que fazer, eles já fizeram de tudo, já me bateram de tudo, já colocaram pra morar no deposito de casa, tentaram me expulsar,já me fizeram chorar e sofrer, agora eles querem me entregar ao conselho tutelar da minha cidade, assim que eu completar 17 anos, o conselho tutelar, vai me mandar um reformatório ( CEFEM) neste lugar, vou viver encarcerada, como uma criminosa ou menor infratora, sendo que de nada eu fiz, se eu fosse menor de 12 anos eles me mandariam pra um orfanato, meus pais já tentariam me enviar pra lá, masnão conseguiram, eu já tentei entrar em um convento uma vez, mas não tive vocação, porque eu sempre fui evangélica, eu nasci na religião, não acredito em imagens e santos, e meus princípios são diferentes dos católicos, mas mesmo assim, eu estou tentando de novo, deve ser melhor do que pro reformatório, eu já tentei fugir com o circo, mas como eu não tenho talento, fui reprovada lá, já tenteiarranjar um emprego, mas não consegui, sou de menor, e o mercado de trabalho tem sido duro comigo, se eu conseguisse um emprego, poderia sair da casa, e eles não teriam como m mandar pro reformatório, mas não tive sucesso, vou usar de toda minha sinceridade com vocês, eu já pensei até, e a ideia está amadurecida em minha mente, de procurar um rede de prostituição, não é o que eu quero, não é nestavida que eu quero acabar, mas não me vejo com muitas escolhas não, eu não sei mais o que fazer da minha vida, mas tenho certeza que Deus me expulsaria do Céu, me odiaria pra sempre e com toda razão, e pior também não sei se me aceitariam, além de ser de menor, não tenho corpo bonito. Sabe, eu tenho orado, jejuado, pedindo com prece e vigor ao pai que ele possa tocar no coração de vocês, que vocês...
tracking img