Pensamento contabil

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 20 (4946 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 15 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
9

ANÁLISE DE PRÁTICAS CONTABILÍSTICAS NA ANTIGA CIVILIZAÇÃO
MESOPOTÂMICA
doi: 10.4025/enfoque.v29i1.10133

Miguel Gonçalves
Doutorando em Contabilidade da
Universidade do Minho e de Aveiro
Mestre em Contabilidade e Auditoria pela Universidade de Aveiro
Pós-graduado em Economia pela Universidade de Coimbra
Licenciado em Organização e Gestão de Empresas pela Universidade de CoimbraProfessor no Instituto Superior de Contabilidade e Administração de Coimbra – ISCAC
mgoncalves@iscac.pt

RESUMO
Constitui um facto perfeitamente verificável que nas últimas décadas se tem vindo a dedicar uma
atenção crescente a trabalhos em História da Contabilidade. Antes dos estudos considerados
hoje como fazendo parte da Nova História da Contabilidade, os historiadores da nossa disciplinaconsagraram as suas investigações a aspectos relacionados com a origem e os processos
evolutivos da Contabilidade, particularmente no que toca ao exame de práticas contabilísticas em
civilizações antigas. Com base na revisão da literatura de autores não−contabilísticos e
contabilísticos (principalmente aqueles que se podem classificar como historiadores
convencionais da Contabilidade), aquestão magna que versamos neste trabalho respeita à
narração resumida de algumas técnicas contabilísticas praticadas no seio da mais antiga
civilização da humanidade − a Mesopotâmia.
Palavras-Chave: História da Contabilidade. Mesopotâmia. Práticas de Contabilidade. Revisão de
Literatura. História Tradicional da Contabilidade.

ANALYSIS OF ACCOUNTING PRACTICES IN THE FORMER MESOPOTAMIANCIVILIZATION
ABSTRACT
It is a perfectly verifiable fact that in recent decades increasing attention has been devoting to works in
Accounting History. Before studies considered today as part of the New Accounting History, historians
of our discipline dedicated their research to aspects on the origin and evolutionary processes of
Accounting, particularly with regard to the examination of accountingpractices in ancient civilizations.
Based on the review of the literature of non-accounting and Accounting authors, mainly those that can
be classified as conventional Accounting historians, the broader issue discussed in this work thus
relates to the narrative summary of some accounting techniques practiced within the most ancient
civilization of mankind − Mesopotamia.
Keywords: AccountingHistory. Mesopotamia. Accounting Practices. Literature Review. Traditional
Accounting History.

1

INTRODUÇÃO

Desde os anos setenta do século passado
(AMERICAN...,
1970;
BALADOUNI,
1977;
PARKER, 1977) que a História da Contabilidade
Enf.: Ref. Cont.

UEM - Paraná

v. 29

tem estado na agenda dos académicos da nossa
área de estudo. A maioria das suas investigações
assumiu comoobjecto de análise uma perspectiva
técnica relacionada com as origens e o progresso
contínuo da Contabilidade (HOPWOOD, 1987).
n. 1

p. 09-17

janeiro / abril 2010

10

MIGUEL GONÇALVES

A obtenção de conhecimentos acerca do
passado da nossa disciplina, muitos deles
simplesmente narrativos e descritivos, enquadrase normalmente naquilo a que a literatura veio a
designar
por
HistóriaTradicional
da
Contabilidade. De facto, quando se viaja no
tempo para retroceder até aos primórdios das
civilizações humanas, a tendência natural será a
de coleccionar dados e informações isoladas do
seu contexto, no sentido de determinar as
fundações da técnica contabilística.
Ainda que novas abordagens conceptuais
associadas à contextualização social, histórica e
económica daContabilidade antiga (EZZAMEL;
HOSKIN, 2002; CARMONA; EZZAMEL, 2007,
2009) venham recentemente contrariar a
investigação dominante que se fez na área, a
pertinência de estudos de corrente tradicionalista
permanece válida, já que “todos los estudiosos de
la contabilidad deberían tener un mínimo de
conocimientos históricos-contables, pues los
mismos les ayudarían a situarse conceptualmente
en el...
tracking img