A carata argumentativa e os pronomes de tratamentos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 4 (790 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
CARTA ARGUMENTATIVA E OS PRONOMES DE TRATAMENTO

O Aurélio define os pronomes de tratamento como "palavra ou locução que funciona tal como os pronomes pessoais". Os gramáticos, por sua vez, ensinamque esses pronomes são da terceira pessoa, substituindo o "tu" da segundo pessoa. Isso quer dizer que o verbo sempre deve estar na terceira pessoa do singular!
O verbo fica na terceira pessoa dosingular porque a concordância é feita com a qualidade "excelência" e não com o pronome possessivo "Vossa".
Ao enviar uma carta, podemos ter dificuldade quanto ao VOCATIVO: que pronome usar para asautoridades ? há diferentes pronomes para diferentes destinatários : em meio às dezenas de expressões que se convencionou considerar as mais respeitosas, devemos usar aquela especifica .
Respeito aocargo. Penso que é uma falsa idéia considerar os pronomes de tratamento como necessários para manifestar respeito pelo cargo público que uma pessoa ocupa. Esses cargos, em uma democracia, sãoconferidos pelo povo e nenhum deles representa autoridade sobre pessoas; representam apenas responsabilidade pelo cumprimento da Lei no setor específico da autoridade respectiva.
O emprego de "Senhor". Ospronomes de tratamento são expressões do distanciamento e da subordinação em que uma pessoa voluntariamente se põe em relação a outra, a fim de agradá-la e ensejar um relacionamento cortês. Oprincipal pronome de tratamento, consagrado universalmente e o único que as pessoas comuns devem usar como necessária manifestação de respeito, não importa a quem estejam se dirigindo, é "Senhor"/"Senhora"usando-se sempre o tratamento direto.
O emprego de "Doutor". A palavra "Doutor" tem dois únicos significados e, consequentemente, deveria ser empregada somente nos casos a eles pertinentes: "médico",por tradição, ou um determinado grau de estudo universitário obtido em uma especialização além do bacharelado.
Note-se que existem três formas para se empregar os pronomes de tratamento nas cartas...
tracking img