A barca

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (285 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 1 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
A Indústria cultural no Brasil

O termo indústria cultural foi criado pelos filósofos e sociólogos alemães Theodor Adorno (1903-1969) e Max Horkheimer (1895-1973), a fim de designar asituação da arte na sociedade capitalista industrial.
Membros da Escola de Frankfurt, os dois filósofos alemães empregaram o termo pela primeira vez no capítulo O iluminismo comomistificação das massas no ensaio Dialética do Esclarecimento, escrita em 1942, mas publicada somente em 1947.
Para os dois pensadores, a autonomia e poder crítico das obras artísticasderivariam de sua oposição à sociedade. No entanto, o valor contestatório dessas obras poderia não mais ser possível, já que provou ser facilmente assimilável pelo mundo comercial. Adorno eHorkheimer afirmavam que a máquina capitalista de reprodução e distribuição da cultura estaria apagando aos poucos tanto a arte erudita quanto a arte popular. Isso estaria acontecendo porque ovalor crítico dessas duas formas artísticas é neutralizado por não permitir a participação intelectual dos seus espectadores.
A arte seria tratada simplesmente como objeto demercadoria, estando sujeita as leis de oferta e procura do mercado. Ela encorajaria uma visão passiva e acrítica do mundo ao dar ao público apenas o que ele quer, desencorajando o esforço pessoalpela posse de uma nova experiência estética. As pessoas procurariam apenas o conhecido, o já experimentado. Por outro lado, essa indústria prejudicaria também a arte séria, neutralizandosua crítica a sociedade.

Tabelas e Gráficos

Conclusão

Com o que podemos entender e que com a chegada da industrialização as coisasestavam sendo vistas como uma mercadoria que podia ser vendida a qualquer momento, e não estavam levando mais a sério o seus produtos de artes que antes era muito apreciada por toda a sociedade.
tracking img