wikipedia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (394 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de março de 2014
Ler documento completo
Amostra do texto
A Grande Mesquita de Cairuão (em árabe: الجامع الكبير بالقيروان; em francês: Grande Mosquée de Kairouan), também chamada Mesquita Oqba ibn Nafi, Mesquita Uqba ben Nafi (em árabe: جامع عقبة بن نافع)ou Mesquita Sidi Oqba em homenagem ao seu fundador, é uma das principais mesquitas da Tunísia e situa-se na cidade de Cairuão.
Cairuão foi a primeira metrópole muçulmana do Magrebe, tem a reputação deser o centro espiritual e religioso da Tunísia1 2 e por vezes é referida como a quarta cidade santa do islão.2 3 A Grande Mesquita é o edifício emblemático da cidade e continua a ser o santuário maisantigo e mais prestigiado do Ocidente muçulmano,4 5 . Está inscrita desde 13 de março de 1912 na lista de monumentos históricos classificados e protegidos na Tunísia6 7 e integra o "conjuntohistórico de Cairuão", o qual está classificado como Património Mundial pela UNESCO desde 1988.8
Construída por Oqba ibn Nafi a partir de 670 (ano 50 da Hégira),9 quando foi fundada a cidade de Cairuão, amesquita é considerada no Magrebe como o modelo de todas as mesquitas da região,10 um dos mais importantes monumentos islâmicos e uma obra-prima da arquitetura universal.8 De um ponto de vista estético,é considerada o mais belo edifício da civilização muçulmana no Magrebe, o que é atestado pelas referências em inúmeras obras e manuais de arte islâmica.11 Além da sua importância artística, a GrandeMesquita de Cairuão desempenhou um papel primordial na islamização de todo o Ocidente muçulmano, incluindo a península Ibérica, e na difusão da escola sunita maliquita.12
A fisionomia atual da mesquitadeve-se principalmente aos grandes trabalhos de reconstrução e embelezamento levados a cabo no século IX durante a vigência da dinastia dos Aglábidas.13 A fama e prestígio da mesquita e de outrossantuários de Cairuão fizeram com que a cidade se desenvolvesse e crescesse cada vez mais a partir do século VII. A universidade, constituída por sábios e juristas que ensinavam os seus conhecimentos...