Violencia domestica

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 26 (6271 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 28 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE PAULISTA – UNIP
Instituto de Ciências Humanas
Curso de Psicologia








OS DIVERSOS CONCEITOS DA POPULAÇÃO SOBRE A LEI MARIA DA PENHA

Adriana Cristina Dias RA: 377600-0
Camila Martins Antunes RA: 959635-6
Rosana Xavier Soares RA: 333837-1












Campus – Araçatuba
2011
UNIVERSIDADE PAULISTA – UNIP
Instituto de Ciências Humanas
Curso dePsicologia






OS DIVERSOS CONCEITOS DA POPULAÇÃO SOBRE A LEI MARIA DA PENHA

Adriana Cristina Dias RA: 377600-0
Camila Martins Antunes RA: 959635-6
Rosana Xavier Soares RA: 333837-1
















Campus – Araçatuba
2011
Sumário

1- OS DIVERSOS CONCEITOS DA POPULAÇÃO SOBRE A LEI MARIA DA PENHA 5
1.1 – A Violência Contra Mulheres: Problema Social e de SaúdePública 7
1.2 – Prevenção à Violência Contra a Mulher: Cuidando do Agressor 8
2 – REFERENCIAL TEÓRICO 9
3 – OBJETIVOS GERAIS 10
3.1 – Objetivos Específicos 11
5 – HIPÓTESES 11
6 – JUSTIFICATIVA 11
7 – METODOLOGIA 11
8– RESULTADOS E DISCUSSÃO 12
9– CONSIDERAÇÕES FINAIS 21
REFERÊNCIAS 23
APÊNDICE A 25
ANEXOS 26








Resumo: O presente artigo discute os diversos conceitos dapopulação sobre a Lei n° 11.340/06, também intitulada Lei Maria da Penha. A violência contra a mulher é uma problemática que atinge mulheres de todas as classes sociais, raças/etnias, gerações e orientações sexuais. Hoje é considerado um problema de saúde pública. O objetivo desta pesquisa é identificar conhecimentos e opiniões da população em relação à Lei Maria da Penha, como também, a violênciadoméstica contra a mulher. No presente estudo buscamos no referencial teórico da psicologia social as contribuições para melhor compreendermos esse fenômeno. A pesquisa realizada teve caráter qualitativo. Em uma cidade do interior Paulista foram realizadas entrevistas com questionário estruturado. A amostra foi composta por duas (2) mulheres e dois (2) homens. A partir dos resultados obtidosverificou-se que a população tem conhecimento da existência da Lei Maria da Penha. Além do conhecimento da existência da lei, foram identificadas algumas opiniões em relação à mesma, mostrando que a população não está de acordo com a forma de punição que a lei traz. No processo da pesquisa confirmou-se que a população ainda carece de esclarecimentos e respaldos em relação a esse tema. Conclui-se,também, que se faz necessário, um olhar mais atento por parte do governo, como investimento em campanhas para lançar na mídia para uma maior divulgação sobre essa temática.

Palavras-chave: violência domestica; violência contra a mulher; Lei Maria da Penha.










1 - OS DIVERSOS CONCEITOS DA POPULAÇÃO SOBRE A LEI MARIA DA PENHA


A violência contra a mulher, comumente nomeada deviolência doméstica e familiar é uma problemática que atinge mulheres de todas as classes sociais, raças/etnias, gerações e orientações sexuais. A unidade doméstica é compreendida como espaço de convívio permanente de pessoas, com ou sem vínculo familiar, inclusive as esporadicamente agregadas. A unidade familiar é compreendida como a comunidade formada por indivíduos que são ou se consideramaparentados, unidos por laços naturais, por afinidade ou por vontade expressa (Brasil, 2006)
De acordo com a Lei n° 11.340/06, no artigo 5° configura-se como violência doméstica contra a mulher qualquer ação ou omissão baseada no gênero que lhe cause morte, lesão, sofrimento físico, sexual ou psicológico e dano moral ou patrimonial. As formas de violência doméstica contra a mulher abrange entre outros,todos os atos de violência física, psicológica, sexual, patrimonial, moral e desrespeito aos direitos na esfera da vida reprodutiva ou da cidadania social, cometidos por um membro da família ou pessoa que habite ou tenha habitado o mesmo domicílio (Brasil, 2006).
Adeodato e Carvalho (2005), ao falarem da questão da Declaração sobre a Violência Contra a Mulher, aprovada pela Conferência de...
tracking img