Vida

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1644 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de outubro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Sismologia:

• Sismos - são movimentos vibratórios do solo que se vão propagando até à superfície, originados por uma libertação brusca de energia gerada numa determinada zona da litosfera.

• Sismologia – estudo dos sismos e dos fenómenos relacionados com a sua ocorrência.

• Macrossismo – sismo que é sentido pela população e que pode causar danos por vezes importantes.

•Microssismo – sismos de pequena intensidade, geralmente imperceptíveis, ou quase, mas que são registados pelos sismógrafos.

• Abalos premonitórios – sismos de menor magnitude que precedem o sismo principal, mais violento.

• Réplicas – abalos de menor magnitude que se seguem a seguir ao sismo principal.

• Sismos naturais:
▪ Sismos vulcânicos – sismos provocados pelo movimento de massasmagmáticas.
▪ Sismos de colapso ou de implosão – originados pelo colapso de certas estruturas geológicas, como cavernas, ou devidos a movimentos em massa.
▪ Sismos tectónicos – sismo provocado pela deslocação brusca das rochas ao longo de uma falha.

• Quando é ultrapassado o limite de elasticidade de uma rocha que tenha um comportamento frágil, verifica-se a rotura e o movimento entreos dois blocos, sendo libertada a energia elástica acumulada sob a forma de calor e também sob a forma de ondas sísmicas.

• Ondas sísmicas – ondas elásticas produzidas durante um sismo e que se propaga segundo superfícies concêntricas a partir do foco.

• Teoria do ressalto elástico – teoria proposta por Reid referindo que se num dado momento as tensões tectónicas acumuladas ultrapassaremo atrito, entre dois blocos de uma falha activa, dá se um movimento brusco, ocorrendo instantaneamente a libertação da energia elástica acumulada, em parte como calor e em parte como ondas sísmicas.

• Falha - superfície da fractura, ao longo da qual ocorreu um movimento relativo entre os dois blocos separados.
▪ Para se poder considerar uma fractura, uma falha, as duas placas ou umadelas tem de se mover.

• Foco ou hipocentro – zona na litosfera que se reduz a um ponto, a partir da qual se inicia o processo de rotura numa falha activa com a libertação de energia elástica.

• Epicentro -local à superfície do globo na vertical do hipocentro onde o movimento vibratório do solo é o máximo.

• Classificação dos sismos em relação à profundidade:
▪ Superficiais – menosde 70km
▪ Intermédios – entre 70km e 300km
▪ Profundos – mais de 300km

Frentes de onda – superfície em que todos os pontos se encontram no mesmo estado de vibração, ou seja, estão em fase.

Raios sísmicos – direcção perpendicular à frente de onda.

Ondas de volume:
Ondas de volume ou profundas – ondas sísmicas que se propagam no interior do globo.

Ondas longitudinais ondas - P(Primárias) – as partículas vibram na mesma direcção de propagação da onda, são as mais rápida e menos destruidoras e como tal são as primeiras a chegar à superfície terrestre. Propagam se me meios sólidos líquidos e gasosos. Estas ondas comprimem e distendem fazendo variar o volume dos materiais.

Ondas transversais - ondas S (secundarias) – as partículas vibram perpendicularmente à direcçãode propagação da onda. São mais lentas que as ondas P, pelo que surgem em segundo lugar. Propagam se apenas em meios sólidos.

Ondas superficiais:

Ondas superficiais (L) – ondas que se propagam à superfície do globo e que resultam de interferências de ondas P e S. São as responsáveis pela maior parte das destruições. São ainda mais lentas que as ondas S e as P, propagam se à superfície oupróximo dela.

Onda de Love – onda superficial em que as partículas vibram horizontalmente, fazendo a direcção de vibração um ângulo recto com a direcção de propagação.

Onda de Rayleigh – onda superficial em que as partículas descrevem um movimento elíptico num plano perpendicular à direcção da onda.

Sismógrafo – instrumento que permite o registo dos sismos. Há os sismogramas verticais e...
tracking img