Via sacra

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 18 (4324 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 6 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
I Estação

"Leitura Bíblica: Jo 9,1-4a.6-7"

Jesus ia passando, quando viu um cego de nascença. Os seus discípulos lhe perguntaram: “Rabi, quem pecou para que ele nascesse cego, ele ou seus pais? Jesus respondeu: “Nem ele nem seus pais pecaram”. É preciso que façamos as obras daquele que me enviou enquanto é dia. Dito isso, cuspiu no chão, fez barro com a saliva e aplicou sobre os olhos do cego.Disse-lhe então: “Vai lavarte na piscina de Siloé” (que quer dizer:Enviado). O cego foi, lavou-se e voltou enxergando.

No contexto palestinense da época de Jesus, a doença era vista como castigo divino ao pecado e o doente além de carregar o peso da doença carregava também o fardo de ser visto como pecador. Para as elites religiosas daquele tempo era possível que um bebê pecasse ainda no seiomaterno. Os doentes sentiam-se duplamente condenados. Ainda hoje, infelizmente, podemos constatar que esta visão de condenação ainda é válida para algumas pessoas.
 
Oração
Irmãos e irmãs, rezemos ao Senhor Deus de amor e compaixão que, pelo seu Filho Jesus Cristo, em sua misericórdia, assumiu a cruz dos enfermos e de todos os sofredores, para que neles a esperança persevere e possam encontrar osrecursos para a recuperação da vida em plenitude.
 
Ó Deus, fonte de vida e liberdade, luz que ilumina os nossos caminhos, conduza-nos das trevas da opressão para a claridade da luz que gera liberdade e paz. Santifica-nos pelo teu Espírito, para que possamos em toda a nossa existência ser testemunhas ativas da tua misericórdia e bondade. E que, como Jesus, sejamos presença na vida dos doentes edesamparados, devotando-lhes misericórdia e compaixão. Amém!

II Estação

"Leitura Bíblica: Mt 14,34-36"

Após a travessia, aportaram em Genesaré. Os habitantes daquele lugar reconheceram Jesus e espalharam a notícia por toda a região. Então levaram a ele todos os doentes; suplicavam que pudessem ao menos tocar a franja de seu manto. E todos os que tocaram ficaram curados.

Deus governa o seu povo comjustiça e não com o poder egoísta que oprime e explora. Pela fé e confiança dos doentes e, sobretudo pela sensibilidade de Jesus, que agia como um farol pleno de amor, compaixão e misericórdia sarando os sofredores, o Reino de Deus se tornava realidade para o povo oprimido.
 
Oração
Irmãos e irmãs, rezemos ao Senhor Deus de amor e compaixão que, pelo seu Filho Jesus Cristo, em sua misericórdia,assumiu a cruz dos enfermos e de todos os sofredores, para que neles a esperança persevere e possam encontrar os recursos para a recuperação da vida em plenitude.

Ó Deus, a cruz de teu Filho Jesus seja sinal do teu amor por todas as criaturas que sofrem as injustiças de um sistema de saúde que nem sempre oferece respostas à dor dos teus filhos. Fortalece- nos para a luta que busca o atendimentodigno, humano e com qualidade nos serviços de saúde e a garantia de que a prevenção avance para além da informação, visando não só o bem-estar individual, mas também o familiar e o comunitário. Amém!

III Estação

"Leitura Bíblica: Mc 10, 46-49.51-52"

Chegaram a Jericó e o mendigo cego, Bartimeu, filho de Timeu, estava sentado à beira do caminho. Ouvindo que era Jesus de Nazaré, começou a gritar;“Jesus, Filho de Davi, tem compaixão de mim”. Muitos o repreendiam para que se calasse. Mas ele gritava ainda mais alto: “Filho de Davi, tem compaixão de mim”. Jesus parou e disse: “Chamai-o!” Eles o chamaram, dizendo: “Coragem, levanta-te Ele te chama!”. Jesus lhe perguntou: “Que queres que eu te faça?” O cego respondeu: “Rabûni, que eu veja”. Jesus lhe disse: “Vai, tua fé te salvou”.

Ao romper coma ideia corrente e afirmar que a doença não é fruto de pecado, Jesus acabava também com a lógica de atribuir a culpa da enfermidade a Deus, o que gerava a exclusão social e religiosa de quem estivesse doente. Diante da repreensão, feita por muitos, para que o cego parasse de gritar, ficamos nos perguntando por que essa reação agressiva, contra quem pede piedade por causa da própria desgraça....
tracking img