usinagem

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2114 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de setembro de 2014
Ler documento completo
Amostra do texto
Processos de Usinagem

Existem muitos tipos de processos de usinagem, os mais comuns são apresentados a seguir:

1. Torneamento

Processo mecânico de usinagem destinado à obtenção de superfícies de revolução com o auxílio de uma ou mais ferramentas monocortantes. Para tanto, a peça gira em torno do eixo principal de rotação da máquina e a ferramenta se desloca simultaneamente segundo umatrajetória coplanar com o referido eixo.

Figura 1 – Torneamento (Fonte: WITTE, 1998)

Quanto à trajetória que a ferramenta descreve no seu deslocamento, o torneamento pode ser classificado como retilíneo ou curvilíneo.

1.1. Torneamento Retilíneo

Como o próprio nome sugere, é o processo de torneamento no qual a ferramenta se desloca segundo uma trajetória retilínea. O torneamentoretilíneo pode ser:

Torneamento Cilíndrico

Processo de torneamento no qual a ferramenta se desloca segundo uma trajetória paralela ao eixo principal de rotação da máquina. Pode ser externo (figura 2) ou interno (figura 3).

Figura 2 – Torneamento cilíndrico externo (Fonte: FERRARESI, 1977)


Figura 3 – Torneamento cilíndrico interno (Fonte: FERRARESI, 1977)

Quando o torneamentocilíndrico visa obter na peça um entalhe circular, na face perpendicular ao eixo principal de rotação da máquina, o torneamento é denominado sangramento axial (figura 4).

Figura 4 – Sangramento axial (Fonte: FERRARESI, 1977)

Torneamento Cônico

Processo de torneamento no qual a ferramenta se desloca segundo uma trajetória retilínea inclinada em relação ao eixo principal de rotação da máquina.A exemplo do torneamento cilíndrico, pode ser externo (figura 5) ou interno (figura 6).


Figura 5 – Torneamento cônico externo (Fonte:FERRARESI, 1977)




Figura 6 – Torneamento cônico interno (Fonte: FERRARESI, 1977)

Torneamento Radial

Processo de torneamento no qual a ferramenta se desloca segundo uma trajetória retilínea, perpendicular ao eixo principal de rotação da máquina.Quando o torneamento radial visa a obtenção de uma superfície plana, o torneamento é denominado torneamento de faceamento (figura 7). Quando o torneamento radial visa a obtenção de um entalhe circular, o torneamento é denominado sangramento radial (figura 8)


Figura 7 – Torneamento de faceamento (Fonte: FERRARESI, 1977)


Figura 8 – Sangramento radial (Fonte: FERRARESI, 1977)Perfilamento

Processo de torneamento no qual a ferramenta se desloca segundo uma trajetória retilínea radial (figura 9) ou axial (figura 10), visando a obtenção de uma forma definida, determinada pelo perfil da ferramenta.


Figura 9 – Perfilamento radial (Fonte: FERRARESI, 1977)



Figura 10 – Perfilamento axial (Fonte: FERRARESI, 1977)

1.2. Torneamento Curvilíneo

Processo de torneamentono qual a ferramenta se deslocasegundo uma trajetória curvilínea.



Figura 11 – Torneamento curvilíneo (Fonte: FERRARESI, 1977)

Quanto à finalidade, as operações de torneamento podem ser classificadas ainda em torneamento de desbaste e torneamento de acabamento. Entende-se por acabamento a operação de usinagem destinada a obter na peça as dimensões finais, ou um acabamento superficialespecificado, ou ambos. O desbaste é a operação de usinagem, anterior ao acabamento, visando a obter na peça a forma e dimensões próximas das finais.


2. Furação

Processo mecânico de usinagem destinado à obtenção de um furo, geralmente cilíndrico, numa peça, com o auxílio de uma ferramenta geralmente multicortante. Para tanto, a ferramenta ou a peça giram e, simultaneamente, a ferramenta oua peça se deslocam segundo uma trajetória retilínea, coincidente ou paralela ao eixo principal da máquina.

A furação se divide nas seguintes operações:

Furação em Cheio

Processo de furação destinado à abertura de um furo cilíndrico em uma peça, removendo todo o material compreendido no volume do furo final, na forma de cavaco (figura 12). No caso de furos de grande profundidade há...
tracking img