Unidade 3 da central nuclear almirante álvaro alberto - angra 3

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 39 (9699 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 19 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
RIMA: Unidade 3 da Central Nuclear Almirante Álvaro Alberto - Angra 3

3. CARACTERIZAÇÃO DO EMPREENDIMENTO
3.1. QUAL É A DENOMINAÇÃO DO EMPREENDIMENTO?
Denominação oficial : Unidade 3 da Central
Nuclear Almirante Álvaro Alberto - Angra 3. A qual será parte integrante da
Central Nuclear de Angra, onde já se encontram instaladas, e em operação, duas usinas
nucleares: a Unidade 1 (Angra 1) ea Unidade 2 (Angra 2).
Com área aproximada de 1.250 ha situa-se no distrito de Cunhambebe,
município de Angra dos Reis-RJ.

O local definido para a implantação da usina Angra 3, está situado dentro do sítio da CNAAA, onde estão localizadas as usinas Angra 1 e 2 (em operação), e vem sendo estudado e monitorado desde a década de 70, através de diversos estudos e programas ambientais, emconformidade com as normas e diretrizes dos órgãos regulamentadores e fiscalizadores.
Características da Usina Angra 3:
Com um reator PWR – Pressurized Water Reactor conduzido com Urânio enriquecido fornecido pela Alemanha com uma potência térmica de 3.765 MWt, potência elétrica de 1.350 MWe com uma eficiência térmica de aproximadamente 34% e vida útil de 40 anos.
Uma usina nuclear gera energiatérmica. Ou seja, a turbina, que é acoplada ao gerador elétrico, se movimenta com força do vapor da água.
Nas usinas térmicas convencionais esse vapor é obtido através do calor produzido pela combustão do carvão, de derivados de petróleo, do gás ou de biomassa. Já no caso das centrais nucleares, o calor é obtido pela fissão dos átomos do urânio no núcleo do reator.
Usinas como as de Angra têm trêscircuitos de água inteiramente independentes. Pelo circuito primário circula a água que é aquecida no reator á uma temperatura de 320 graus Celsius( para que a água não entre em ebulição a 100° ela é mantida a forte pressão, por isso o sistema se chama “reator de água leve pressurizada”). Esse aquecimento ocorre em função da liberação do forte calor decorrente da fissão dos átomos de urânio contidosnos elementos combustíveis (compostos de varetas feitas com uma liga de zircônio e estanho onde ficam embutidas as pastilhas cerâmicas de dióxido de urânio, UO2).
A intensidade dessa reação em cadeia (a fissão de um átomo de urânio libera de dois a três nêutrons, que por sua vez bombardeiam os núcleos de outros átomos, liberando outros nêutrons que bombardeiam outros átomos, e assimsucessivamente) é controlada por barras especiais.
Essas barras, quando inseridas por gravidade nos elementos combustíveis absorvem nêutrons que, dessa maneira, controlam a reação em cadeia. É por isso que uma usina nuclear pode ser ajustada para funcionar a baixa potência ou a plena capacidade (100%), ajustando-se conforme a demanda de energia. Para gerar energia, as usinas nucleares não dependem de regime dechuvas, pois não é preciso regular a potência da usina de acordo com o volume de água previamente existente nos reservatórios, como acontece nas hidrelétricas.
Em outro equipamento, denominado gerador de vapor, há uma troca de calor entre o
circuito primário e o circuito secundário, que são independentes entre si: a água do
circuito primário não entra em contato com a do circuito secundário,pois circulam por tubulações diferentes. Com a troca de calor, a água do circuito secundário é vaporizada, movimentando a seguir, por pressão, as palhetas da turbina (a uma velocidade que pode atingir 1.800 rotações por minuto), que por sua vez, aciona o gerador elétrico. Depois de passar pela turbina, o vapor do circuito secundário vai para um condensador, onde é refrigerado pela água do mar,trazida por um terceiro circuito.
A montagem desses três circuitos é feita de maneira a impedir o contato da água
radioativa, que passa pelo reator, com as demais. O risco de contaminação da água que é devolvida ao mar é minimizado, pois, para ser contaminada, teria de haver um rompimento do circuito primário; em seguida o do circuito secundário; e mais adiante o rompimento o circuito terciário...
tracking img