Una vida

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (258 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 27 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA VARA CÍVELDA COMARCA DE CAMPINAS


Carlos(qualificação) vem respeitosamente diante da vossa excelência, atravésdo seuadvogado procurador propor contra Pierre (qualificação). Contra Pierre,artista plástico de renome internacional, pessoa jurídica de direito privado.
AÇÃO ORDINÁRIA DECOBRANÇA,
pelas razões a seguir dispostas:
I - DOS FATOS:
O requerente entusiasmado com a beleza de sua nova mansãocampestre pactuou com o requerido, um artista plástico derenomeinternacional, contrato de prestação de serviços em que o requeridose comprometia a pintar pessoalmente, ressaltando pintarpessoalmente 2(duas telas) em referenciaa nova mansão dorequerente.
Na expectativa de uma “obra prima”, adiantou ao requerido a quantia deR$ 100.000,00 (cem mil reais) e estipularam de comum acordo o prazode umano para a entrega de do trabalho.Respeitado o prazo, o requerido entregou ao requerente as 2 (duas)telas, no entanto, um detalhe chamou a atenção do requerente, até porjá conhecer o trabalho do requerido.As obras 2 (duas) telas foram pintadas por Jaques o aprendiz dorequerido. Na sua espontaneidade o requerente negou-se a receberasobras, já que de comum acordo com a parte requerida determinou aorequerido a autoria de tais trabalhos.

II - DO DIREITO:
O direito do requerente nasceu do contrato firmadocom o requerido,quando este aceitou servir ao requerente com a prestação de serviço,lembrando que o contrato faz lei entre as partes.Ao buscar os serviços do requerido, orequerente levou em consideraçãoas condições pessoais do requerido (artista plástico de renomeinternacional). No entanto só ele poderia cumprir a prestação do serviço
tracking img