Uml modelagem

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 18 (4446 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 27 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Redes de Computadores 2 – RC2 T5
Samba
Prof. Pedro Northon Nobile
nobilecefetsp@gmail.com

Pedro Northon Nobile - RC2 T5

1

Tópicos


O quê?



Por quê?



Preliminares



Samba

Pedro Northon Nobile - RC2 T5

2

O quê?

Pedro Northon Nobile - RC2 T5

3

O quê?




Samba: Um conjunto de ferramentas que
permite a coexistência da máquinas Windowse
Linux numa mesma rede.
Essa
coexistência
consiste
no
compartilhamento de recursos e serviços como:


Arquivos;



Diretórios;



Impressoras;



Etc.
Pedro Northon Nobile - RC2 T5

4

O quê?


O que é possível fazer com SAMBA:




Compartilhar arquivos entre máquinas
diferentes sistemas operacionais;

com

Montar servidores de compartilhamento;Pedro Northon Nobile - RC2 T5

5

comp1

O quê?

comp2

Rede Local

Vamos usar as imagens acima para ilustrar uma interação entre duas
máquinas com diferentes sistemas operacionais usando Samba.

Pedro Northon Nobile - RC2 T5

6

comp1

O quê?

comp2

Rede Local

/home/projetos

Suponha que a máquina com GNU/Linux possua um diretório com
arquivos de projeto quedevem ser compartilhados numa rede.

Pedro Northon Nobile - RC2 T5

7

comp1

O quê?

comp2

Rede Local

/home/projetos

Como há computadores com Windows na rede, utilizamos o Samba
para compartilhar o diretório.

Pedro Northon Nobile - RC2 T5

8

O quê?

comp1

NetBEUI

Rede Local

comp2

SMB/CIFS

/home/projetos

Utilizando o protocolo SMB/CIFS e NetBEUI, asmáquinas conseguem
coexistir.

Pedro Northon Nobile - RC2 T5

9

O quê?

comp1

NetBEUI

Rede Local

comp2

SMB/CIFS

\\comp2\projetos

/home/projetos

Assim a máquina Windows consegue acessar o diretório compartilhado
Na máquina GNU/Linux.
Usando Samba, a máquina com GNU/Linux também consegue
acessar diretórios compartilhados pela máquina Windows.

Pedro NorthonNobile - RC2 T5

10

Por quê?

Pedro Northon Nobile - RC2 T5

11

Por quê?






Compartilhamento de arquivos entre máquinas
Windows e GNU/Linux.
Montar um servidor de compartilhamento de
impressão.
Controle
de
compartilhados.

acesso

Pedro Northon Nobile - RC2 T5

aos

recursos

12

Preliminares

Pedro Northon Nobile - RC2 T5

13

Preliminares
●Antes de começarmos a configuração do
Samba é preciso instalar seus pacotes.

Pedro Northon Nobile - RC2 T5

14

Preliminares

No nosso ambiente virtual de rede, vamos utilizar o servidor Samba
na máquina davinci.
Pedro Northon Nobile - RC2 T5

15

Preliminares


Na máquina davinci, como root execute:
# apt­get install samba

Execute o comando acima para instalar oservidor Samba na
máquina davinci.
Pedro Northon Nobile - RC2 T5

16

Preliminares


Sempre que for necessário:


Para parar o servidor Samba
# service smbd stop



Para iniciar o servidor Samba
# service smbd start



Para reiniciar o servidor Samba
# service smbd restart

Esses são alguns comandos de controle para parar, iniciar e reiniciar
o servidor Samba quando fornecessário.
Pedro Northon Nobile - RC2 T5

17

O servidor Samba

Pedro Northon Nobile - RC2 T5

18

O servidor Samba


Arquivo de configuração


As configurações do servidor Samba estão
armazenadas em /etc/samba/smb.conf.

Todas as configurações do servidor Samba e dos compartilhamentos
estão armazenados nesse arquivo.

Pedro Northon Nobile - RC2 T5

19

O servidorSamba




O
arquivo
de
/etc/samba/smb.conf 
seções.

é

configuração
dividido em

As seções são limites de configuração de
compartilhamento.


Em cada seção temos diversas configuração do
tipo atributo-valor.

É preciso obedecer a sintaxe correta do arquivo de configuração para
que esta seja uma configuração válida.
Cada seção equivale a um diretório ou periférico...
tracking img