Uma visao pratica da cintabilidade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 4 (933 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 31 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
O mais importante é saber quais os tipos frequentes e previníveis:
São: Mama, prostata, intestinos, pele e estomago
Todos tem prevenção.
Boas medidas são:
Não fumar, uso moderado do alcool,cuidados com o sol
Prevenção específica existe para mama, prostata(toque, PSA), intestinos(retosigmoidoscopia, colonoscopia), estomago(endoscopia e p A medicina tem passado por profundas mudanças no modocom que cuida dos pacientes nas últimas décadas. A medicina aplicada no século XXI segue dois modelos: o modelo curativo e o modelo paliativo.


No modelo curativo, a ênfase é dada ao entendimentofisiopatológico das doenças mais do que à própria doença e ao doente. A investigação, o diagnóstico, a cura e o aumento da sobrevida tornaram-se o foco de tal abordagem, e o foco humano em si ficousacrificado pela ciência e tecnologia. Pacientes terminais, especialmente aqueles com câncer, ainda são submetidos a abordagens agressivas de tratamento curativo, mesmo quando este se tornaimpossível.(1)

O modelo paliativo é centrado no paciente em si, tendo como essência não apenas a atenção às necessidades físicas, mas também às necessidades psicológicas e espirituais dos pacientes. Segundo aOrganização Mundial da Saúde (OMS), Cuidados Paliativos são uma abordagem que objetiva a melhoria na qualidade de vida do paciente e seus familiares diante de uma doença que ameaça a vida, através daprevenção e alívio de sofrimento, através da identificação precoce e avaliação impecável, tratamento de dor e outros problemas físicos, psicológicos e espirituais.

Para muitos médicos, quando osrecursos terapêuticos do modelo curativo se esgotam, os pacientes são identificados como “perdedores” e que “nada mais pode ser feito”, estabelecendo-se nesse momento o início de uma morte socialantecipatória a uma morte biológica. O final da terapia direcionada ao tumor não significa final de tratamento ativo, significa apenas mudanças em objetivos de tratamento. Para muitos profissionais da...
tracking img