Uma perspectiva de desenvolvimento no setor de fundição de uma indústria metalúrgica.

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 78 (19473 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 15 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
MARDOQUEO MARTINS GOMES

PROGRAMA DE CONSERVAÇÃO AUDITIVA: UMA PERSPECTIVA DE DESENVOLVIMENTO NO SETOR DE FUNDIÇÃO DE UMA INDÚSTRIA METALÚRGICA.

São Paulo 2008

2

MARDOQUEO MARTINS GOMES

PROGRAMA DE CONSERVAÇÃO AUDITIVA: UMA PERSPECTIVA DE DESENVOLVIMENTO NO SETOR DE FUNDIÇÃO DE UMA INDÚSTRIA METALÚRGICA.

Monografia apresentada à Escola Politécnica da Universidade de São Paulopara obtenção do título de Engenheiro de Segurança do Trabalho

São Paulo 2008

3

FICHA CATALOGRÁFICA

Gomes, Mardoqueo Martins Programa de conservação auditiva: uma perspectiva de desenvolvimento no setor de fundição de uma indústria metalúrgica / M.M. Gomes. -- São Paulo, 2008. 79 p. Monografia (Especialização em Engenharia e Segurança do Trabalho) - Escola Politécnica da Universidade deSão Paulo. Programa de Educação Continuada em Engenharia. 1.Perda auditiva induzida por ruído 2.Saúde ocupacional 3.Programa de saúde ocupacional 4.Metalurgia ferrosa I. Universidade de São Paulo. Escola Politécnica. Programa de Educação Continuada em Engenharia II.t.

4

DEDICATÓRIA

Dedico este trabalho aos meus pais que com muito carinho e dedicação iluminaram o caminho da minha vida edos meus irmãos. A minha esposa e aos meus filhos, a quem eu espero poder fazer o mesmo.

5

AGRADECIMENTOS
Sempre a Deus por permitir mais esta evolução pessoal e profissional.

À minha esposa Niracy Margareth pelo seu apoio, paciência e carinho incondicional, os quais foram fundamentais para a realização deste trabalho.

Aos meus filhos Valenthin e Frederico por serem a razão de todasas minhas conquistas.

A Tárcia, pela amizade, solidariedade e orientação no desenvolvimento deste trabalho.

A todos que não foram mencionados nominalmente com quem convivi, os que foram alvo de meus estudos, ou que contribuíram de alguma forma para o desenvolvimento deste trabalho.

As pessoas que demonstram virtuosa combinação de entusiasmo e despreendimento profissional na empresa que meacolheu, mas carinho e cumplicidade no desenvolvimento deste estudo. Muito Obrigado.

6

“OUVE o conselho, e recebe a correção, para que sejas sábio nos teus últimos dia.” (Provérbios 19:20)

7

RESUMO

O objetivo do estudo foi propor à direção de uma empresa metalúrgica a implantação de um Programa de Conservação Auditiva no setor de fundição, área que apresenta nível de pressãosonora mais elevado. Foram analisados todos os dados contidos no PPRA da empresa, as avaliações auditivas contidas nos prontuários médicos de todos os trabalhadores do setor, realizadas durante o período de janeiro de 2005 (ano base) a março de 2008. Por meio de uma pesquisa, os dados pessoais e referentes à história clínica e ocupacional dos trabalhadores foram avaliados. Paralelamente aosprocedimentos já citados, foram realizadas reuniões com os funcionários da Divisão de Engenharia e Segurança orientando sobre os cuidados com a audição, a necessidade e importância do uso do equipamento de proteção individual, a importância da realização dos exames auditivos, além de esclarecimentos relativos às portarias e normas de saúde ocupacional. Participaram do estudo 40 funcionários do setor comidade variando de 18 a 62 anos (média de 40 anos) e predomínio do gênero masculino (82,5%). No ambiente de produção da fundição o ruído variou entre 69,9dB(A) a 127,4dB(A) sendo a área mais ruidosas o setor de acabamento (rebarbação). A totalidade dos funcionários faz uso do protetor auricular com freqüência e participam das capacitações que a empresa proporciona, porém 52,5% possuem algum tipo deperda auditiva; 28% dos trabalhadores apresentaram audiograma sugestivo de Perda Auditiva Induzida por Ruído ocupacional (PAIR), evidenciando o risco no ambiente de trabalho. 25% apresentaram audiograma não sugestivo de Perda Auditiva Induzida por Ruído ocupacional (PAIR) e 47% apresentaram audiograma normal embora 21% dos audiogramas normais estejam no limite para o desencadeamento de PAIR...
tracking img