Uma leitura por fora do texto em as visitas do dr. valdez, de joao paulo borges coelho

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 14 (3412 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Uma leitura do por fora do texto em As visitas do Dr. Valdez, de João Paulo Borges Coelho
Por Rosania da Silva
1. Uma leitura à volta do texto
Numa primeira leitura, As visitas do Dr. Valdez, de João Paulo Borges Coelho, surpreende-nos com a subtileza das imagens e situações criadas pelo autor, despertando no leitor o interesse e a curiosidade em aprofundar mais esta leitura.
Aoacompanhar de forma mais atenta a trajectória de João Paulo Borges Coelho, verifica-se também o facto de o mesmo, por mais de uma vez, ter tido suas obras premiadas, o que acontece no caso específico dos romances As visitas do Dr. Valdez e O Olho de Hertzog. Esta situação leva a que um leitor curioso se interrogue sobre as razões de este autor ser “um autor premiável”, ou seja, o que é que faz com queuma obra seja premiada? O que leva um júri a, num universo de dezenas ou centenas de narrativas, escolher por unanimidade um determinado romance? O que determina essa escolha para a premiação: O discurso? A história? A complexidade e riqueza das personagens? Ou tudo isto combinado?
Neste artigo vamos procurar reflectir sobre este aspecto, incidindo o foco da abordagem essencialmente sobre oromance As visitas do Dr. Valdez. Embora muito já tenha sido dito e muitas análises tenham sido feitas sobre esta obra, acredita-se que há ainda espaço para uma reflexão sobre as razões da premiação deste romance. Por outro lado, interessa-nos também reflectir sobre o facto de João Paulo Borges Coelho ter despontado na literatura moçambicana no ano de 2003 e desde então tem recebido prémios comoo Prémio José Craveirinha 2005 e 2006 (As visitas do Dr. Valdez, 2005), Crónica da Rua 513.2, (2006); Prémio Leya 2009 e Prémio BCI de Literatura 2010 ( O Olho de Hertzog, 2009).
Sem grandes inovações no campo da linguagem e da narrativa e sem utilizar os modernismos presentes em outros autores da literatura moçambicana, João Paulo Borges Coelho tem marcado de forma regular e definitiva o seuespaço no campo da ficção moçambicana. De um modo geral, os seus romances procuram estabelecer uma relação entre os factos ficcionados que apresentam e os elementos da história do País, que são revelados através de um visível trabalho de pesquisa histórica do autor, o que não significa, contudo, que As visitas do Dr. Valdez seja um romance histórico.
De modo a eliminar qualquer possível equívocoque os leitores possam levantar sobre os limites entre a história e a ficção nos seus romances, o próprio autor, em entrevista, revela que pese embora o facto de ter uma formação como professor de história, no campo académico ele é o homem das “operações racionais e programadas”, mas no campo da literatura ele se permite soltar as “forças intuitivas e emocionais” que o rigor académico não lhepermite.
Tendo pois em conta os aspectos atrás mencionados e o objectivo por nós definido, a nossa reflexão vai procurar centrar-se na tentativa de compreender como o autor reconstrói espaços e tempos, para, através do seu discurso, apresentar/representar as angústias do ser humano nas condições peculiares da sua existência, conseguindo traçar nos seus romances tanto as grandezas quanto asmisérias da condição humana e criar um romance de tão grande aceitação pelo júri e pelos leitores em geral.

2. Uma leitura por dentro do texto
Em As visitas do Dr. Valdez encontramos uma narrativa que tem como pano de fundo a decadência do Ibo e o fim do período colonial, em que as personagens transitam entre o saudosismo do tempo que passou e a incerteza do futuro.
Sá Amélia, Sá Caetana e oempregado Vicente saem da Ilha do Ibo, Norte de Moçambique, para a cidade da Beira, na região Centro, fugindo da decadência que afectava a sua condição familiar e da Guerra que chegara à região. Esta guerra, que tinha de um lado as tropas coloniais portuguesas e de outro os jovens combatentes pela libertação do País, chegara finalmente ao Ibo e as duas senhoras, já viúvas, decidem abandonar o...
tracking img