Tst - amibental

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2223 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 6 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
- SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL – SENAC TÉCNICO EM SEGURANÇA DO TREBALHO

Impactos Ambientais
Professora: Lilian Rejelane Bióloga Pós graduanda em Gestão e Analise Ambiental

Goiânia, novembro de 2012

Uso e Ocupação do Solo

Instituições Ministrantes: Embrapa / Teia –Casa de Criação / UFSCar

• I - Uso e Ocupação Atual do Solo.
• II - Características e ImpactosAmbientais na Urbanização. • III - Urbanização e Conservação Ambiental.

I - Uso e Ocupação Atual do Solo.

• O Brasil sofreu um acelerado processo de ocupação do solo. • Em apenas 40 anos passou de rural para urbano. • A partir de então, o contraste se acentuou e generalizou por todo o país.

Atualmente possui 170 milhões de habitantes. É o 5° país mais populoso do mundo, atrás da China, Índia,Estados Unidos e Indonésia.

Em 2000 a população urbana ultrapassou 2/3 da população total: 138 milhões -zona urbana (81,25%) 32 milhões -zona rural (18,75%).

O que significa Urbanização?
• Crescimento da população urbana em ritmo mais acelerado que o da população rural, -resultado da transferência da população rural para o meio urbano.
• Transição de um padrão de vida apoiado naprodução agrícola autossuficiente para outro, baseado na indústria, no comércio e nos serviços.

Quais foram as causas?
• Falta de políticas para zonas rurais -fixação no campo; • Concentração de terras, monocultura, mecanização; • Industrialização: necessidade de mão-deobra; • Ilusão de “progresso”, melhoria de qualidade de vida na cidade...

Quais foram as consequências?
• Desequilíbriodemográfico;

• Inchaço das cidades sem acompanhamento da infraestrutura necessária;
• Desempregos;

• Falta de moradias;
• Violência urbana; • Impactos ambientais.

Ao longo de nossa existência, nenhum período presenciou, nas cidades brasileiras, modificações tão abrangentes e rápidas, com consequências tão catastróficas quanto o último século.

As alterações introduzidas pelo homem no ambienteforam procedidas de forma rápida e variada, não permitindo que houvesse a recuperação normal da natureza.
Nas cidades, muitas vezes as alterações são irreversíveis.

II - Características e Impactos Ambientais

• O processo de urbanização provocou inúmeros impactos no meio ambiente, alterando suas características. • O ambiente urbano é formado por dois sistemas relacionados: Sistemasnaturais;

Sistemas antrópicos.

São Sistemas Naturais
• São as bases geológicas e climáticas. • São produtos das diversas combinações de fenômenos naturais, que apresentam sua própria diversidade, e que modelam e determinam a configuração do solo. • A exemplo do relevo, que aparece em distintas formas e dimensões e contribui para criar diferentes paisagens de montanhas ou planaltos. Sistemas Antrópicos
• São as ações do homem sobre os sistemas naturais. • As áreas construídas são o resultado. • De acordo com a atividade predominante da população de um lugar, vão se estruturando cidades de diferentes características, segundo os graus de transformação dos sistemas naturais, e conforme a intensidade e a orientação da atividade humana.

Impacto Ambiental
• Qualquer alteração daspropriedades físicas, químicas e biológicas do meio ambiente, causada por qualquer forma de matéria ou energia resultante das atividades humanas que, direta ou indiretamente, afetam: • • • • I -a saúde, a segurança e o bem-estar da população; II -as atividades sociais e econômicas; III -a biota; IV -as condições estéticas e sanitárias do meio ambiente; • V -a qualidade dos recursos ambientais.RESOLUÇÃO CONAMA 01/86

As características dos Sistemas Naturais são alteradas pela urbanização. São elas: Clima; Solo; Água;

Vegetação;
Ecossistemas.

• Clima

Principais fatores:
Temperatura; Ventilação; Precipitação;

Umidade do ar.

O clima mudou com a urbanização. Principais alterações: Aumento da temperatura; Diminuição da umidade.

Causas: Falta de áreas verdes;...
tracking img