Triste fim de policarpo quaresma

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1352 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 30 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
* Identificação:

* Autor: Lima Barreto
* Obra: Triste fim de Policarpo Quaresma
* Edição: Não localizada
* Editora: Editora Ática
* Local e data da publicação: São Paulo/1983

* Pesquisa:

* Biografia do autor:
Lima Barreto
1881 – Afonso Henriques de Lima Barreto nasce no RJ em 13 de maio.
1887 – Fica órfão de mãe. Frequenta a escola pública, onde é alunobrilhante.
1895 – Transfere-se para o Ginásio Nacional. No ano seguinte concluirá no Colégio Paula Freitas, os preparatórios para o ensino superior.
1897 – Ingressa na Escola politécnica do RJ.
1903 – Seu pai enlouquece. Abandona a Escola Politécnica e vai trabalhar na Secretaria de Guerra para poder sustentar a família. Frequenta os meios boêmios e intelectuais do RJ.
1905 – Trabalha comojornalista profissional no Correio da Manhã.
1909 – Seu romance, Recordações do escrivão Isaías Caminha, é lançado em Lisboa.
1911 – Triste fim de Policarpo Quaresma é publicado em folhetins pelo Jornal do Comércio.
1914 – É recolhido a um hospício.
1916 – Doente, interrompe temporariamente sua atividade literária e profissional. Atua na imprensa anarquista, onde publica Manifesto Maximalista.
1918– É aposentado do seu cargo na Secretaria da Guerra, por invalidez.
1919 – Novamente é recolhido ao hospício, de onde só sairá no ano seguinte.
1922 – Vítima de colapso cardíaco falece no RJ em 1º de novembro.

* Estrutura da Obra:

* Assunto: O assunto que a obra aborda é o patriotismo exagerado do personagem principal (Policarpo Quaresma), as fases (revoltas, batalhas) que antecederama instalação da Primeira Republica – governo de Floriano Peixoto (1891 – 18940), além de abordar as “obrigações que a sociedade empunha” quanto ao modo das mulheres da época se portar.
* Enredo: Apesar de não ser major, Policarpo Quaresma era mais conhecido por Major Policarpo Quaresma. Vivia com sua irmã em uma cidade do RJ. Policarpo era um homem extremamente patriota, era também muitopontual e um grande estudioso, mesmo sem possuir alguma formação superior. Por esses motivos, ele era motivo de risos na sua vizinhança. As visitas constantes de um músico, instrutor de Quaresma e apaixonado pelo violão, à sua residência causava agitação em tal vizinhança, sendo que alguns deles era, um General, o qual possuía uma filha noiva ansiosa por seu casamento, e também um rico italiano, o qualsua filha era afilhada de Policarpo.
(Introdução)

Quaresma, sendo extremamente patriota, estudou os nativos do país e após isso, fixou uma ideia em sua cabeça de que todos na pátria deveriam deixar a língua portuguesa e adotar o tupi. Depois de aprender tal língua, levou sua ideia às autoridades, e, como era de se esperar, novamente se tornou de riso e deboche. Irritado, com a situação etotalmente distraído, ele escreveu um dos documentos públicos todo na língua dos nativos. Quaresma foi considerado louco e foi levado ao hospício. Lá ficou por um bom período, e recebia visitas de sua afilhada e seu pai e de Coração dos Outros. Ao final desse período no hospício, adquiriu um pedaço de terra e se entregou totalmente a agricultura no interior. Ele possuía grandes esperanças, com aterra fértil do Brasil seria o bastante para viver e, além disso, acreditava em uma reforma na agricultura do país e levou propostas pessoalmente ao então governador Floriano Peixoto, o qual o ignorou e também tais propostas totalmente. Quaresma teve que enxergar a verdade, os lucros eram pequenos, as terras todas mal tratadas e as malditas formigas. O que não deixou que seu plano de ingressar naagricultura e se sustentar dela , não “vingar”.
(Complicação)

Neste mesmo período, sua afilhada se casou com um egocêntrico médico e a filha do coronel, sofria com o noivo, que a abandonou, foi para o interior e nunca mais enviou notícias. Foi também neste período, que uma rebelião nasceu e Quaresma logo se ofereceu a serviço da pátria, no qual se tornou de fato major. Por falta de...
tracking img