Tratamento acustico para cinema

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 27 (6653 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
2.1. Classificação do ruído
Os ruídos podem ser classificados em contínuo, intermitente ou de impacto.
O ruído contínuo do ponto de vista técnico é aquele cujo nível de pressão
sonora varia 3 dB (decibéis) durante um período longo (mais de 15 minutos) de
observação. O ruído intermitente é aquele cujo nível de pressão sonora varia de até
3 dB em períodos curtos (menor que 15 minutos esuperior a 0,2s).
17º CBECIMat - Congresso Brasileiro de Engenharia e Ciência dos Materiais, 15 a 19 de Novembro de 2006, Foz do Iguaçu, PR, Brasil.
4206Entretanto, as normas não diferenciam o ruído contínuo ou intermitente para
fins de avaliação quantitativa desse agente. Já o ruído de impacto pode ser definido
como picos de energia acústica de duração inferior a 1s, em intervalossuperiores a
1s [2]; [3]; [4]; [5].
Segundo a Norma Regulamentadora (NR) 15 [5], os níveis de ruído contínuo
ou intermitente devem ser medidos sempre em decibéis (dB) utilizando o aparelho
para medição do nível de pressão sonora operando no circuito de compensação "A"
e circuito de resposta lenta (Slow).
3. CONFORTO ACÚSTICO
Segundo Vianna e Ramos [6], só existe conforto quando há ummínimo de
esforço fisiológico em relação ao som (e a luz, ao calor e à ventilação) para a
realização de uma determinada tarefa. Um ambiente confortável proporciona bem
estar e harmonia quando as necessidades são atendidas. As principais variáveis do
conforto acústico são: entorno (tráfego); a arquitetura; o clima (ventilação,
pluviosidade); orientação/implantação (materiais, mobiliário).
Éimportante ressaltar que tudo na natureza tem propriedades acústicas, mas a
capacidade de absorção varia em função do material [7]. Segundo Nakamura [7], a
capacidade de absorção é quando, por meio da transformação vibratória em energia
térmica, o material pode dissipar a energia sonora que incide sobre este.
A escolha e a maneira da disposição do material depende se a pretensão écorrigir, reduzir ou eliminar o ruído. Forros e paredes recheadas com lãs minerais,
como lã de rocha e de vidro, podem corrigir o tempo de reverberação do som. Devese tomar cuidado com os índices de absorção acústica, porque quando em excesso
pode impedir que um aluno, por exemplo, em uma sala de aula escute o professor. A
escolha do forro ou revestimento precisa levar em conta a taxa de ocupaçãodo
ambiente de manutenção, durabilidade, estabilidade e resistência ao fogo [7].
4. PRINCIPAIS TIPOS DE MATERIAIS
Os materiais utilizados para isolamento acústico podem ser classificados em
convencionais e não convencionais.
17º CBECIMat - Congresso Brasileiro de Engenharia e Ciência dos Materiais, 15 a 19 de Novembro de 2006, Foz do Iguaçu, PR, Brasil.
42074.1. Materiais convencionaisSão os materiais de vedação de uso comum dentro da construção civil. Os
mesmos possuem uma série de vantagens. Uma das principais vantagens é o
isolamento acústico razoavelmente bom para uso comum. Como exemplos destes
tipos de materiais, citar-se: blocos cerâmicos; bloco de concreto/concreto celular;
bloco de silico calcário; madeira; vidro etc.
4.2. Materiais não convencionais(Inovações)
São materiais desenvolvidos especialmente para isolar acusticamente
diferentes ambientes. Geralmente, estes materiais também possuem algumas
vantagens térmicas. Como: lã de vidro; lã de rocha; vermiculita; espumas
elastoméricas; fibra de coco (inovação ecológica) etc.
4.2.1. Lã de vidro
A lã de vidro é mundialmente reconhecida como um dos melhores isolantes
térmicos. É umcomponente formado a partir de sílica e sódio aglomerados por
resinas sintéticas em alto forno. Devido ao ótimo coeficiente de absorção sonora em
função à porosidade da lã, a onda entra em contato com a lã e é rapidamente
absorvida. Suas principais vantagens [8]:
- é leve e de fácil manipulação;
- é incombustível, ou seja, não propaga chamas;
- não deterioram;
- não favorece a...
tracking img