Transito urbano

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 13 (3248 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
FACULDADE DELTA UNIME SALVADOR
BACHARELADO EM FISIOTERAPIA
METODOLOGIA CIENTÍFICA

ANDREIA PEREIRA NEVES
DÉBORA FREITAS BRITO
HILDEBRANDO CAETANO ALMEIDA JUNIOR
MARIA APARECIDA SILVA ORNELAS

TRÂNSITO URBANO
MOBILIDADE URBANA EM SALVADOR

SALVADOR
2012
ANDREIA PEREIRA NEVES
DÉBORA FREITAS BRITO
HILDEBRANDO CAETANO ALMEIDA JUNIOR
MARIA APARECIDA SILVA ORNELAS

TRÂNSITO URBANOMobilidade Urbana em Salvador

Pesquisa apresentada à disciplina Metodologia Científica do curso de Fisioterapia, Unime Salvador, como requisito parcial de avaliação da disciplina, sob orientação do Prof. Airá Manuel Santana dos Santos.SALVADOR
2012

TRÂNSITO URBANO

Andreia Pereira Neves
Débora Freitas Brito
Hildebrando Caetano Almeida Junior
Maria Aparecida Silva Ornelas

RESUMO
Esta pesquisa apresenta como tema central o estudo da mobilidade urbana em Salvador, que passa por sérios problemas com relação ao trânsito. Atualmente, a cidade possui uma frota de 772.278 veículos e 2.742 ônibus, o que representa umaumento correspondente a 43% nos últimos 10 anos. Dessa forma, a capital baiana possui o terceiro maior crescimento entre as cinco cidades mais populosas do país, já que São Paulo aumentou 39%, Rio de Janeiro 36%, Brasília 51% e Fortaleza 51%. A perspectiva para os próximos dois anos, em uma população de quase três milhões de habitantes, é que Salvador tenha um milhão de veículos nas ruas. Oresultado não poderia ser diferente: em qualquer hora, principalmente pela manhã e à noite, os engarrafamentos são uma constante. Até mesmo ir à praia, a principal opção de lazer do baiano nos feriados e finais de semana, está cada vez mais complicado. Esta pesquisa visa apontar solução para desafogar o trânsito garantindo acesso de transporte público a todos os cidadãos, assim melhorando a mobilidadeurbana em Salvador.
Palavras – chave: Trânsito. Engarrafamentos. Mobilidade urbana. Transporte. Salvador.
INTRODUÇÃO
Em Salvador, um dos maiores problemas enfrentados pela população é, sem dúvida, a mobilidade urbana. Seja de carro, de moto, de bicicleta ou de ônibus, os soteropolitanos passaram a conviver quase que diariamente com grandes engarrafamentos a qualquer hora, ruasesburacadas, sinaleiras quebradas, imprudências no trânsito e acidentes. Com o objetivo de dar maior fluidez ao trânsito na capital baiana e, ao menos, minimizar os grandes congestionamentos, alguns projetos para a mobilidade urbana em Salvador estão em andamento, a exemplo da histórica Linha 1 do metrô. Outros ainda estão no papel, como a Linha Viva.O enfoque sociológico, ao contrário, complementa as análises numéricas simples com a análise dos padrões de viagem em função de condições sociais, políticas, econômicas e institucionais que condicionam as decisões das pessoas eentidades envolvidas. Ele pressupõe análise da distribuição do poder na sociedade e seu impacto tanto nas decisões das políticas de transporte e trânsito, quanto nas formas segundo as quais as pessoas se apropriam das vias e dos meios de transporte. (VASCONCELOS, 1998, p.7)

O crescimento urbano desordenado, a motorização crescente e o declínio dos transportes públicos estãocomprometendo a sustentabilidade da mobilidade urbana e, por consequência, a qualidade de vida e a eficiência da economia das grandes cidades. Na ausência de políticas públicas efetivas, o desejável crescimento econômico implica em maiores níveis de congestionamento devido ao aumento da frota e da circulação de veículos. Esse crescente agravamento de problemas urbanos vai de encontro ao conceito...
tracking img