Trabalhos de faculdade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 12 (2908 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Curso- Tecnologia em Gestão de Recursos Humanos


Período Letivo 2012


Semestre- 1° Semestre


Disciplina – Ética e Relações Humanas no trabalho.


Tutor Presencial – Aline Mello


ACADÊMICOS:






















De um modo geral, mapas conceituais, ou mapas de conceitos, são apenas diagramas indicando relações entre conceitos, ou entre palavras queusamos para representar conceitos.
Mapas conceituais podem seguir um modelo hierárquico no qual conceitos mais inclusivos estão no topo da hierarquia (parte superior do mapa) e conceitos específicos, pouco abrangentes, estão na base ( parte inferior). Mas esse é apenas um modelo, mapas conceituais não precisam necessariamente ter este tipo de hierarquia. Por outro lado, sempre deve ficarclaro no mapa quais os conceitos contextualmente mais importantes e quais os secundários ou específicos. Setas podem ser utilizadas para dar um sentido de direção e determinadas relações conceituais, mas não obrigatoriamente.
Pode-se, então, definir certas diretrizes para traçar mapas conceituais como a regra das figuras, mencionada antes, ou a da organização hierárquica piramidal, mas sãodiretrizes contextuais, ou seja, validas, por exemplos, para uma pesquisa ou para uma determinada situação de sala de aula.
Não há regras gerais fixas para o traçado de mapas de conceitos. O importante é que o mapa seja um instrumento capaz de evidenciar significados atribuídos a conceitos e relações entre conceitos no contexto de um corpo de conhecimentos, de uma disciplina, de uma matériade ensino. Por exemplo, se o individuo que faz um mapa, seja ele, digamos, professor ou aluno, une dois conceitos, através de uma linha, ele deve ser capaz de explicar o significado da relação que vê entre esses conceitos.
Mapas conceituais foram desenvolvidos para promover a aprendizagem significativa. A analise do currículo e o ensino sob uma abordagem ausubeliana, em termos designificados, implicam: 1) identificar a estrutura de significados aceita no contexto da matéria de ensino; 2) identificar os subsunções (significados) necessários para a aprendizagem significativa da matéria de ensino; 3) identificar os significados preexistentes na estrutura cognitiva do aprendiz; 4) organizar seqüencialmente o conteúdo e selecionar materiais curriculares, usando as idéias dediferenciação progressiva e reconciliação integrativa como princípios programáticos; 5) ensinar usando organizadores prévios, para fazer pontes entre os significados que o aluno já tem e os que ele precisaria ter para aprender significativamente a matéria de ensino, bem como para o estabelecimento de relações explicitas entre o novo conhecimento e aquele já existe e adequado para dar significados aos novosmateriais de aprendizagem.
No entanto, quando o assunto é gestão de pessoas, a definição do quadro de funcionários nas é uma tarefa fácil, levando em conta as necessidades de cada individuo e a diversidade de cultura.
Lidar com a diversidade cultural é algo requer a aplicação de modelos de liderança utilizados em grandes companhias do mundo e que geram resultados satisfatórios, como oexemplo da Mitsubishi, empresa multinacional que utiliza meios de gestão de pessoas cujo propósito é minimizar o absenteísmo. Assim, a produção não fica comprometida e os pedidos são entregues propriamente.
È de grande importância para uma empresa que ela tenha um quadro de funcionários motivados para exercer sua funções e terem um líder que as mantenha nesse nível ou que pelo menos atendasua necessidades.
































A ética é daquelas coisas que todo mundo sabe o que são, mas que não são fáceis de explicar, quando alguém pergunta, mas também chamamos de ética a própria vida, quando conforme aos costumes considerados corretos. A ética pode ser o estudo das ações ou dos costumes, e pode ser a própria realização de um tipo...
tracking img