Trabalhos de curso tecnico

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2296 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Reconhecimento, Avaliação e Controle da Exposição Ocupacional a Riscos
Químicos na Fabricação de Gesso
1. INTRODUÇÃO
O gesso é um mineral aglomerante produzido a partir do aquecimento da gipsita e posterior
redução a pó da mesma. É composto principalmente por sulfato de cálcio hidratado (CaSO4.2H2O)
e pelo semi-hidrato obtido pela calcinação desse (CaSO4.½H2O).
A gipsita, mineral abundantena natureza, é um sulfato de cálcio hidratado cuja fórmula química é
CaSO4.2H2O, que geralmente ocorre associado à anidrita, sulfato de cálcio anidro CaSO4, que
tem pouca expressão econômica. É encontrada em praticamente todo o mundo, e ocorre no Brasil
em terrenos cretáceos de formação marinha, principalmente no Ceará, no Rio Grande do Norte,
no Piauí e em Pernambuco.
O mineral gipsitaconstitui as denominadas rochas gipsíferas. Destas, fazem parte também outros
minerais, eventuais e sempre em quantidades subordinadas, entre os quais se incluem anidrita
(sulfato de cálcio), calcita (carbonato de cálcio), dolomita (carbonato de cálcio e magnésio), halita
(cloreto de sódio), enxofre, quartzo (dióxido de silício) e argilas. Na realidade são essas rochas
que constituem o que secostuma designar de minério de gipsita.
A gipsita é bastante solúvel e sua cor é variável entre incolor, branca, cinza, amarronzada, a
depender das impurezas contidas nos cristais. Trata-se de um mineral muito pouco resistente que,
sob a ação do calor (em torno de 160 °C), desidrata-se parcialmente, originando um semi-hidrato
conhecido comercialmente como gesso (CaSO4.½H2O). Os termos “gipsita”,“gipso” e “gesso”, são
freqüentemente usados como sinônimos. Todavia, a denominação gipsita é reconhecidamente a
mais adequada ao mineral em estado natural, enquanto gesso é o termo mais apropriado para
designar o produto calcinado.
Após a extração da gipsita, o minério é fragmentado e então transportado para o pátio de
estocagem das calcinadoras, onde sofrem beneficiamento de acordo com oprocesso de produção
de cada uma.
O processo de calcinação da gipsita depende do tipo de forno utilizado. De uma forma geral, o
minério fragmentado passa por diversas fases, a saber:
• Britagem (britadores de mandíbulas e de martelos);
• Calcinação;
• Moagem (moinhos de martelos);
• Embalagem.
Há vários tipos de fornos utilizados no processo de calcinação do gesso. Os fornos se diferenciam
pelasua forma, dimensões, tipo de combustível utilizado, forma de controle de temperatura e
forma de mistura e homogeneização do material. Como combustível são utilizados a lenha, os
óleos combustíveis e o gás liquefeito de petróleo (GLP) e o gás natural.
Ao umedecer o gesso com cerca de um terço de seu peso em água, forma-se uma massa plástica
que sofre expansão e endurece em cerca de dezminutos. Esta é utilizada na confecção de
moldes, na construção, em acabamentos de reboco e tetos de construções, e, modernamente, na
produção de rebaixamentos e divisórias, em conjunto com o papelão. Também é usado em
aparelhos ortopédicos, trabalhos de prótese dentária, confecção de formas e moldes,
imobilização, adubo (na forma de gipsita), retardador de pragas no cimento Portland, e isolantetérmico.
Apresenta baixo impacto ambiental, pois seu processo de calcinação ocorre a baixa temperatura,
requerendo pouco consumo energético. Durante o processo é liberada grande quantia de água e
resíduos da combustão. Estas propriedades caracterizam o gesso como um dos aglomerantes
menos agressivos ao ambiente.
2. DESENVOLVIMENTO
2.1. Reconhecimento dos Riscos Químicos
Os riscos químicosgerados na produção do gesso podem ser resumidos em dois tipos, em função
da fase do processo produtivo:
• Material em pó e poeiras, gerados nos processos de britagem do mineral (gipsita) e de
moagem do gesso;
• Gases de combustão, gerados no processo de calcinação, em razão da queima de
combustíveis.
O quadro abaixo apresenta os agentes químicos, suas fontes geradoras e os estados físicos...
tracking img