Trabalho

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2252 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
LUCAS, O AVARENTO
Lucas, um homem avarento que acredita no valor do seu trabalho, dispensando qualquer crédito a Deus. Recebe muito dinheiro pela colheita do ano e sai alegremente pelas ruas, satisfeito por ser um homem próspero.
Tal situação muda no momento em que ele recebe a visita dos elementos vitais à boa ceifa, e ainda a visita do Criador, que lhe ensina o verdadeiro sentido da vida e aimportância de devolver a Deus as primícias do trabalho.
ELENCO
PERSONAGENS
LUCAS, o avarento. Acredita que tudo vem do seu trabalho, não devendo a ninguém.
O SOL, responsável pela energia que move as estações e marca o período de trabalho;
A ÁGUA, elemento da vida que irriga a plantação e mata a sede de Lucas;
A TERRA, acomoda as plantações e lhes confere os nutrientes necessários a um bomdesenvolvimento;
O VENTO, sopra o frescor da brisa matinal e espalha as sementes pelo chão, suavizando o inverno, para que a colheita seja farta;
O GOVERNO, cobra os impostos pela colheita e venda dos produtos;
O CRIADOR, criou os céus e a terra, tudo que neles há e ainda formou o homem do pó para que esse arasse a terra, deu-lhe poder sobre toda a terra, esperando apenas que esse, o amasse ecomo prova de obediência devolvesse-lhe as primícias de seu trabalho.
Zumira, a esposa de Lucas, cristã tradicional.
ENREDO
Lucas entra pelos corredores contando vantagem pelo lucro obtido de seu trabalho, tenta se esconder de todos os cobradores, repete incessantemente que não deve nada a ninguém, ao ouvir as vozes de sua consciência, acaba descobrindo que deve tudo que tem a natureza, que porsua vez deve tudo a ação criadora de Deus, que tudo fez com seu poder.
Referências Bíblicas
Efésios – 5: 05,- I Coríntios – 5: 10. 
Hebreus – 13: 05 ( Seja a vossa vida livre do amor ao dinheiro, e contentai-vos com o que tendes; porque Deus tem dito : De maneira alguma te deixarei, nunca jamais te abandonarei).
PRIMEIRO ATO – O SOL ( Gênesis 01 : 14 – 18 )
LUCAS : Ô lasqueira de trem bão sô,trabaiei que nem cachorro deitado, de sol a sol, debaixo de chuva, o dia inteirinho, o dia inteirinho...
Arei a terra com minhas próprias mãos, até vê-las sangrar. Agora não tem pra ninguém, vendi a colheita e tô com a burra cheia, também num devo nada pra ninguém, mas pra ninguém mesmo. Olha só abestado, que tanto de cascalho que eu tenho agora.
Vou ajuntá tudo debaixo do colchão, e num vô dánada pra ninguém, mas nem pru reza brava, pra ninguém .
SOL : Lucas.
LUCAS :Viche, mas já começou cedo, tem nego de olho no meu dinheiro, quem vem
lá ?
SOL : Sou eu Lucas, o Sol !
LUCAS : Quê, mais larga mão de sê besta, da onde é que ocê é o Sol, e que que eu tenho com ocê trem brioso.
SOL : Lucas eu sempre estive com você iluminei o seu dia, forneci energia para as plantas crescerem, fuisuave para não queimar sua pele ao longo do trabalho e ainda me retirei na hora certa para dar-lhe o devido descanso.
Agora que você vendeu a colheita, vim buscar minha parte.
LUCAS : Ora ! mas só com eu mermo, e sol lá precisa de dinheiro, tome brio na cara que é mió pro cê moço.
SOL : Não vai dar não ! então lançarei minha radiação em você e verás que nada fazes se eu não atenuar meu calor.LUCAS : Vem besta que eu lhe meto a enxada na fuça, óh, óh,óh, óóóh...
SOL : Não seja tolo, pois nada podes diante do sol, fui criado por Deus para iluminar o dia e servir como forma máxima de expressar sua glória, por que o amor de Deus ele demonstrou dando o seu filho por você.
LUCAS : Tá bão, então toma lá sua parte – Dá ao sol uma pequena parte do dinheiro.
SOL : Até mais Lucas, obrigado porcompreenderes.
 
SEGUNDO ATO – A ÁGUA (Apocalipse 07: 17 )
LUCAS : Mais essa sô, a gente trabalha o dia inteirinho, o dia interinho, de sol a sol, com minhas próprias mãos até vê-las sangrá. E depois tem de pagar pro sol. Ai, ai,ai.
ÁGUA : Lucas, Lucas ! vim buscar minha parte.
LUCAS : Mais quê que é isso gente, quem é você criatura ?
ÁGUA : Sou eu Lucas, a água. Quem mata a sua sede,...
tracking img