Trabalho

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1026 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
DAVID HUME – UMA INVESTIGAÇÃO SOBRE O ENTENDIMENTO HUMANO


Hume considerou que a inferência e as analogias que fazemos em relação aos efeitos de causas semelhantes não podem ser baseadas em nenhuma espécie de raciocínio formal, já que a experiência seria a fonte de tudo o que temos na mente. Sendo assim, as relações de idéias seriam baseadas em conceitos criados pelo homem, e todas asteorias gerais a respeito de objetos ou fatos da realidade seriam apenas probabilidades. Hume considerou que, por causa dessa noção de causalidade que possuímos, costumamos afirmar mais do que vemos, ultrapassando a experiência imediata. Em nome desse princípio de causalidade, assumimos que as mesmas causas produzem os mesmos efeitos. Por exemplo: eu coloco num congelador certa quantidade de água,e afirmo que a água que coloquei, ao atingir certa temperatura negativa, se transformará em gelo. Ao prever essa transformação eu estaria, segundo Hume, tirando "de um objeto uma conclusão que o ultrapassa". Não há como eu retirar da água, como objeto, a conclusão de que ela se transformará em gelo. Essa minha dedução vêm de minhas experiências passadas; ora, se em todas as ocasiões nas quais eucoloquei água a uma temperatura negativa ela se transformou em gelo, a probabilidade de ela se transformar em gelo novamente nessa situação causal é muito grande. Portanto, afirmo que ela vai certamente se transformar em gelo, desconsiderando em minha afirmativa as possibilidades de algo imprevisto ocorrer e minha previsão se mostrar falha. Esse é o raciocínio experimental usual, pelo qual seconclui o futuro a partir do presente, baseado apenas em probabilidades (já que não temos mais nada além de probabilidades para definirmos uma situação futura a partir de sua causa presente). Nenhum argumento nos leva a inferir de qualidades sensíveis semelhantes efeitos semelhantes, mas sim o hábito e a experiência. Como fonte de tudo que há em nosso pensamento, são esses "grandes guias de tudo o queacontece na vida humana que sedimentam e dão origem a nossa preferência de uma probabilidade por outra." O que nos leva a ir para além do presente e da memória, segundo Hume , seriam as analogias suscitadas por algum objeto ou pessoa presente.
Estamos sempre associando idéias (por causa e efeito, semelhança ou continuidade no espaço e tempo) de modo que ao perceber alguma realidade presenteque nos é similar, ligamos a experiência passada que tivemos com esse objeto através da memória, e supomos que o futuro é irremediavelmente criado pelo passado. Apesar disso, Hume não reivindicou provar que sejam falsas as proposições: i. Que eventos eles mesmos são relacionados causalmente; ii. Que eles serão relacionados no futuro do mesmo modo como eles eram no passado. Ele acreditava nessasproposições e afirmava que essas seriam crenças naturais e inextinguíveis propensões da natureza do homem. O que ele reivindica provar é que elas não são obteníveis, e não podem ser iluminadas, nem pela observação empírica nem pela razão, seja intuitiva ou inferencial. O que Hume considera é que somente existe nossa experiência de que uma coisa se segue a outra, que os padrões de uma experiênciapassada se repetem e me dão a ilusão de causa e efeito, e simplesmente porque A sempre foi seguido de B, tomo A como causa necessária de B. Portanto, segundo Hume, o conhecimento poderia ser dividido através de uma classificação binária dos objetos da consciência, que seriam: Impressões, nas quais os dados seriam fornecidos pelos sentidos internos e externos.
Seriam nossas impressõesimediatas da realidade. Por exemplo, se eu vejo uma bela paisagem, o sentido externo da visão me proporciona a figura da paisagem em sí, e o sentido interno me diz que essa é realmente uma bela paisagem. Essas impressões dos sentidos seriam o que a mente possui de mais vívido. Idéias, que seriam representações das memórias das impressões. Ou seja, seriam reproduções das impressões que tive. No exemplo...
tracking img