Trabalho sobre cronica

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 3 (720 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 12 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Eu optei por escolher uma cronica de Rcardo Araujo Pereira, lançada na revista Visão, no dia 25 de abril de 2012. Esta cronica tem como titulo “Os elefantes que paguem a crise” , cuja a qual realça asituação financeira de espanha e critica de forma humoristica o novo hobbie da familia real espanhola, a caça aos elefantes.
Sendo Ricardo Araujo Pereira, uma pessoa com influencia na mediaportuguesa, decidiu dar voz a este tema nas suas cronicas, com o intuito de alertar os portugueses sobre este e muitos outros problemas actuais.
O autor inicia a cronica retratando a actual situaçãofinanceira de espanha cuja a qual enfrenta no momento uma das mais graves crises da sua história. De seguida ilucida-nos, heronicamente, sobre a medida adotada pela familia real que obviamente foi ir caçarelefantes para a africa. A cada dia o desemprego aumenta e o nivel de vida diminui, mas Ricardo Araujo Pereira constacta, em tom de gozo, que os elefantes não se vão ficar a rir e por esse motivo opovo espanhol pode estar descansado. O cronista denota tambem a diferença entre portugal e espanha no sentido em que nos culpamos o Socrates e o Bpn, pelo nosso estado financeiro enquanto a espanhaculpa os elefantes.
Ricardo Araujo Pereira faz uma redução ao comico de sobre como será dificil e emocionante caçar um animal tão veloz e perito na arte de camuflagem como o elefante.
“Deu um tiro nopé” geralmente esta frase costuma ser usada no sentido metaforico mas o cronista informa-nos que o neto do rei resolveu ser literal e enfiou uma chumbada no metatarso.
Primeiro o rei escolhe como alvo umanimal que pesa toneladas, depois o jovem infante dá um tiro e acerta no proprio pé, seguindo esta ordem de ideias o cronista afirma que não admira que Portugal tenha ganho tantas batalhas a estagente. Sendo que a familia que subjugou o povo espanhol exibe tanto talento para manusear armas como foi descrito acima.
Para finalizar a cronica Ricardo Araujo Pereira de certa forma humilha...
tracking img