Trabalho querido de deus

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (475 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
“Amar é sentir na felicidade do outro a própria felicidade”
SAMUEL DE SOUZA QUERIDO DE DEUS

Não podemos afirmar ao certo, entretanto de acordo com o livro ‘ Capitães de Areia’ escrito por JorgeAmado narrado em 1944, Samuel de Souza, mais conhecido como Querido de Deus nasceu no fim do século XIX (1884- aproximadamente), na zona portuária, em Salvador- BA.
Na sua infância ele era uma pessoacom uma posição financeira abaixo de uma vida estável (era pobre), por este motivo em sua adolescência lutou muito contra a desigualdade social. Na sua terra havia muitos garotos que furtavam aspessoas, e ele de uma forma errada, vista por outro lado certa, ele apoiava e ajudava os meninos a lutar numa revolução contra a desigualdade social, inclusive os meninos organizarão uma revolução eganharam (fatos relatados no livro ‘Capitães de Areia’- Jorge Amado, 1937).
Uma pessoa que desde pequeno já praticava a luta capoeira, e em toda sua vida dedicou-se a ela, na visão de Jorge Amado eEdison Carneiro (escritor brasileiro reconhecido mundialmente), foi o Melhor Capoeira da Bahia, tão fanatismo era por Jorge e Edison, que até em algumas de suas obras fez questão de implantar um poucosobre ele (capitães de Areia, Bahia de Todos os Santos- Jorge Amado, e Negros Bantos- Edison Carneiro). De acordo com os fatos extraídos da obra de Jorge Amado, além de capoeirista era pescador e viviaem alto-mar por vários dias. Quando regressava a terra firme, sempre fazia questão de ir praticar seu esporte preferido, a “capoeiragem” onde se tornou uma lenda na década de 1930, foi consideradoimbatível nas rodas!
Seu auge na capoeira foi na época em que capoeiragem era ilegal aos olhos da lei sendo até crime no código penal pelo então presidente Marechal Deodoro da Fonseca, com isso acumulou27 processos ao longo da sua vida como capoeirista até o fim da lei em 1937 quando Getúlio Vargas legalizou.
Quanto seus ideais como capoeirista, sempre foi contra a capoeira de Mestre Bimba, que...
tracking img