Trabalho quantitativo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 32 (7909 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 12 de junho de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
231

8 O estudo quantitativo

Com o aumento de tamanho e complexidade dos sistemas multiagentes (SMAs), a separação de seus concerns ao longo das diferentes fases de desenvolvimento é crucial para os engenheiros. Assim, é necessário investigar sistematicamente se as abstrações da orientação a objetos e a orientação a aspectos conseguem isolar de forma explícita os concerns do SMA. Estecapítulo apresenta um estudo empírico quantitativo que avaliou o grau com que essas abstrações permitem a modularização desses concerns. Esse experimento concentrou-se na comparação
PUC-Rio - Certificação Digital Nº 0016030/CA

quantitativa entre a abordagem orientada a aspectos proposta (Capítulos 4 e 5) e uma abordagem orientada a padrões (Seção 7.2.1). Diferente da avaliação qualitativa, o objetivogeral dessa atividade empírica era avaliar o suporte à manutenção e reutilização das abordagens investigadas. Além disso, esse estudo foi planejado como um experimento mais controlado [17], e alguns procedimentos foram considerados a fim de minimizar problemas comuns em estudos empíricos [17]. A avaliação das duas abordagens foi conduzida usando o framework de avaliação (Capítulo 6) e ametodologia de GQM de Basili [16]. Os resultados coletados demonstraram que o uso da abordagem orientada a aspectos permitiu a construção de um SMA com um melhora significativa na modularização de diferentes concerns. Além disso, o uso de aspectos resultou em: (i) menos linhas de códigos, (ii) menos componentes de implementação e projeto (iii) menor acoplamento entre os componentes. Contudo, a abordagemorientada a aspectos produziu menos coesão nos componentes do SMA. Finalmente, uma importante descoberta desse estudo empírico foi que os aspectos oferecem suporte a um melhor alinhamento com níveis mais alto de abstrações para modelos orientados a agentes. Os resultados reunidos neste estudo oferecem uma compreensão clara dos pontos fortes e fracos das duas abordagens investigadas e suacompatibilidade e

232

divergências. Os resultados também são importantes fontes em direção à convergência potencial de técnicas orientadas a agentes e orientadas a objetos. Também são úteis para engenheiros de SMAs realísticos que precisam implementar os modelos orientados a agentes usando linguagens de programação orientada a objetos. As conclusões também podem ser do interesse dos metodologistasorientados a agentes uma vez que podem decidir incorporar soluções para os problemas detectados nesse estudo diretamente como parte de suas metodologias. Este estudo quantitativo foi publicado como um capítulo de livro [98]. O restante deste capítulo está organizado da seguinte forma. A Seção 8.1. descreve as abordagens investigadas neste estudo experimental. A Seção 8.2 apresenta a organização doestudo em termos da metodologia usada. A Seção 8.3 descreve as questões e os objetivos do estudo. A Seção 8.4 apresenta a hipótese. A Seção 8.5
PUC-Rio - Certificação Digital Nº 0016030/CA

discute o projeto do SMA usado no experimento. A Seção 8.6 descreve os sujeitos envolvidos e as fases do estudo. A Seção 8.7 apresenta os resultados do estudo, interpretados e discutidos na Seção 8.8, com basena hipótese apresentada. Já a Seção 8.9 discute os trabalhos relacionados. Finalmente, a Seção 8.10 inclui algumas conclusões e direções para trabalhos futuros. 8.1 As abordagens investigadas Esse estudo empírico concentrou-se na comparação da abordagem orientada a aspectos (Capítulos 4 e 5) e da mesma abordagem orientada a padrões usada no estudo qualitativo (Seção 7.2.1). A abordagem orientadaa padrões foi escolhida porque os padrões de projeto são reconhecidos como abstrações essenciais para construir sistemas orientados a objetos de alta qualidade (Seção 2.1). Além disso, eles incorporam soluções para melhorar a separação de concerns, reduzir o acoplamento, aumentar a coesão e promover a reutilização e a manutenção. A diferença básica entre as abordagens investigadas é que a...
tracking img