Trabalho eng soc

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 39 (9746 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
“DIREITOS E DEVERES DO ENGENHEIRO ”

2011/2

UERJ – Universidade do Estado do Rio de Janeiro
Engenharia na Sociedade I – FEN 02-01064
Professor: Márcio Goldenberg Sereno – Turma: 06
Aluno: Pedro Guilherme Muniz Correia
Matrícula: 2010.2.04063.11

Sumário
Introdução...................................................................................3
O Engenheiro nasociedade............................................................5
Princípios de ética profissional.........................................................6
Os deveres do engenheiro...............................................................7
As condutas vedadas.....................................................................8
Direitos do engenheiro e infração da éticaprofissional........................9
Salário mínimo profissional............................................................10
Lei 7410/85.................................................................................12
Lei 5194/66.................................................................................13
Bibliografia..................................................................................3 1

2

OsProfissionais da Engenharia
Para o desempenho da sua atividade, o profissional de Engenharia necessita
de uma sólida formação científica e técnica de base, multidisciplinar, que
responda à grande diversidade de problemas que se lhe deparam, numa
sociedade em constante mutação, onde a atualização permanente constitui uma
necessidade.
Um profissional de Engenharia empenhado e atuante é, assim,o garante do
processo técnico que a sociedade procura, assegurando a modernização do
tecido industrial, a renovação dos produtos obsoletos, o abastecimento das
populações, criando riqueza e postos de trabalho, progresso e bem -estar
social.
O profissional de Engenharia estuda as leis da natureza, na perspectiva das
suas aplicações e no sentido de permitir a concretização de realizações quemelhorem o conforto e a qualidade de vida das populações, usando todos os
meios
naturais
disponíveis,
incluindo
os
vivos.
O exercício da atividade pressupõe que o profissional de Engenharia consiga
os seus objetivos de uma forma econômica e racionalizada, sem desperdícios,
e tendo em vista a harmonia das condições ambientais, de forma a conseguir
um
desenvolvimento equilibrado,
semafetar
o equilíbrio natural
mais
adequado
para
a
sobrevivência
e
bem-estar
da
Humanidade.
Há dois tipos de formação para os profissionais de Engenharia: cursos
longos, de cinco anos, para os licenciados, e cursos curtos, de três anos,
para
os
bacharéis.
As licenciaturas em Engenharia são cursos superiores de cinco anos, muitos
deles ministrados em Universidades e constituem aformação obrigatória para
os
Engenheiros.
De acordo com os Estatutos da sua Ordem Profissional, o Engenheiro tem de
ser titular de uma Licenciatura, ou equivalente legal, em curso de
Engenharia, ocupando-se da aplicação das ciências e técnicas respeitantes
aos
diversos
ramos
de
Engenharia
(Agronômica,
Ambiente,
Civil,
Eletrotécnica,
Geográfica,
Informática,
Mecânica,
Metalúrgica
eMateriais,
Minas,
Naval,
Química
e
Silvícola).
O licenciado em Engenharia só é engenheiro depois de estar obrigatoriamente
inscrito na Ordem dos Engenheiros, o que quer dizer que não bastam
habilitações acadêmicas para se ser titular da qualificação profissional de
engenheiro.
Para se inscrever na Ordem dos Engenheiros, o licenciado em Engenharia terá
de fazer exame de admissão, podendoser dispensado, se for oriundo de um
curso acreditado pela Ordem, após o que terá de realizar um estágio profissionalizante.
O Engenheiro tem um código ético de atuação, isto é, tem de subor dinar a sua
atividade a um conjunto de preceitos definidos pela sua ordem, onde estão registradas
as normas de conduta; a desobediência a este código pode provocar a suspensão do
exercício da atividade...
tracking img