Trabalho de Morfologia - Bases Presas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 3 (600 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de novembro de 2014
Ler documento completo
Amostra do texto
Composição de bases presas

No português também é muito comum a formação de palavras ou radicais a partir de combinações em bases presas. Citamos como exemplo, noinício deste capítulo as formas agricultura, em que agri- é uma forma presa, e sociolingüístico, em que sócio- é uma base presa. Este tipo de composição é de grandeprodutividade na língua formal.
É fácil observar que a função de denominação é a mesma: a grande produtividade do processo se deve sobretudo às necessidadesconstantes de novas denominações na linguagem científica e tecnológica.
As formações compostas desse tipo apresentam possibilidades variadas de combinação. As formações maisfreqüentes são limitadas, no entanto, a alguns poucos radicais, (p. 35)geralmente listados nas gramáticas normativas. Algumas dessas bases se tornaram tão comuns queestão em vias de se transformar em verdadeiros sufixos. Um exemplo seria a base log-, que figura em palavras como psicologia, ornitologia, patologia, futurologia,gramatologia, etc. Nesse tipo de composição, que envolve pelo menos uma base presa, o segundo termo é o núcleo e o primeiro é o especificador, ao contrário do queencontramos na composição de bases livres, em que o primeiro termo é o núcleo e o segundo é o especificador.
Na composição de bases presas, característica da línguaformal e tendo por objetivo a denominação na linguagem científico-tecnológica, não há espaço para a construção metafórica. As formações são sempre descritivas e eventuaisdistanciamentos entre o significado do todo e o das partes se devem a fatores usuais de evolução semântica. assim como a fatores de diversificação terminológica....
tracking img