Trabalho de custos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 13 (3045 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 15 de março de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
1 – CUSTOS: Temos por custo todo o valor pago para obtenção de um produto, e destaca-se que o custo se difere da despesa, pois o custo gera um retorno financeiro, e a despesa não tem essa característica. Segundo Padoveze (2003, p.4) “podemos então definir custos como sendo a mensuração dos recursos (produtos, serviços e direitos) adquiridos para obtenção e a venda dos produtos e serviços daempresa”
A contabilidade de custos se destaca também por influencia e ajudar no gerenciamento da entidade, ajudando na tomada de decisões, Como Leone (2000, p.19) Destaca “A contabilidade de custos é o ramo da contabilidade que se destina a produzir informações para os diversos níveis gerenciais de uma entidade, como auxilio as funções de determinação de desempenho, de planejamento e controle dasoperações e de tomada de decisões”.
Conforme Martins (2003, p.25) “O Custo é também um gasto, só que reconhecido como tal, isto é, como custo, no momento da utilização dos fatores de produção (bens e serviços), para a fabricação de um produto ou execução de um serviço. Exemplos: a matéria-prima foi um gasto em sua aquisição que imediatamente se tornou investimento, e assim ficou durante o tempo desua estocagem; no momento de sua utilização na fabricação de um bem, surge o Custo da matéria-prima como parte integrante do bem elaborado. Este é, de novo, um investimento, já que fica ativado até sua venda”.
Pamplona (1993), “o custo do objeto é a parcela do custo das atividades que participam de sua comercialização”.
Resumindo tudo isto, temo então a contabilidade de custo como os gastosrealizados no momento do processo de industrialização, que começa quando a indústria pega a matéria prima e se finaliza quando o produto está acabado, tudo que ocorrer entre meio esse processo será custo, como por exemplo, a mão de obra que os empregados aplicarão para criar o produto, a energia gasta para a máquina funcionar, etc.

2- CUSTOS DIRETOS: Segundo Franco (1991, p.98) “São os custoscorrelacionados diretamente aos objetos de custeio (produtos/serviços/clientes), não necessitando rateios. Compreendem os gastos com matérias-primas (MAT), mão-de-obra direta (MOD) e custos de embalagem (BEM - desde que a embalagem seja feita durante o processo de produção), diretamente aplicados aos objetos de custeio.”
Leone (2000, p26) diz “O critério de custo direto é aquele que só inclui nocusto das operações, dos produtos, serviços e atividades os custos diretos e variáveis. Para que um custo detenha as condições necessárias para compor o custo de um produto é necessário que este custo seja facilmente identificado com o produto, isto é, seja direto.”
Ribeiro (2002, p.28) explica que “Custos Diretos compreendem os gastos com materiais, mão de obra e gastos de gerais de fabricaçãoaplicados diretamente no produto”
Então, Custos diretos são todos aqueles os quais podemos individualizar na produção do produto, sendo que, os custos diretos têm a prioridade de ser medidos de maneira objetiva. Os mesmos podem ser facilmente identificados e dão o valor proporcional ao produto, bastando uma simples medição, Ou seja, todo o custo que se pode saber o valor que foi aplicado paraoriginar determinado produto é um custo direto, por exemplo, o valor da mão de obra aplicado no produto é um custo direto, por que temos o valor exato de quanto o empregado trabalho para produzir, o valor gasto em pregos na elaboração de uma mesa, também é um custo direto, pois se tem o valor exato gasto. Tem-se o custo direto como o custo apropriado sem a necessidade de se fazer o rateio.

3- CUSTOSINDIRETOS: Custo indireto é aquele que não é perfeitamente agregado no valor dos produtos. Como destaca Leone (1981, p.37) “Os custos indiretos constituem o consumo dos fatores de produção que não são identificados aos processos, pois não são relevantes; o processo de identificação é caro e a relação custo-benefício não favorece o trabalho de identificação”.
Martins (2003, p.49) “Cada vez que...
tracking img